Dulce Ferreira Pagani Miranda

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MIRANDA, Dulce
Nome Completo: Dulce Ferreira Pagani Miranda

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

MIRANDA, Dulce

*dep. fed. TO 2015-2019; 2019-

 

Dulce Ferreira Pagani Miranda nasceu em Pocrane (Minas Gerais) no dia 15 de dezembro de 1963, filha de Cordovil Ferreira Pagani e Rita Tereza Pagani.

Em 1997, mudou-se para o município de Araguaína.

Foi nomeada à Secretaria do Trabalho e Ação Social de Tocantins em 2003, ano em que se tornou a primeira-dama de governo do estado. Atuou como primeira-dama até 2009, tendo ocupado o posto de secretária para práticas governamentais de desenvolvimento social em 2008.Nas eleições de 2014, concorreu a uma vaga como deputada federal pelo Tocantins dentro dos quadros do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), na coligação “A Experiência Faz a Mudança 1”. Recebeu 75.934 votos e conseguiu ser eleita.

No exercício do mandato na Câmara, atuou como titular da Secretaria da Mulher e como primeira vice-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher. Integrou comissões permanentes e especiais. Quanto às primeiras, atuou como segunda vice-presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, além de ter sido titular das comissões de Seguridade Social e da Família, e de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência. Quanto às comissões especiais, atuou como titular da designada para a Defesa com o Pessoal na Área da Saúde; e da constituída para analisar o projeto de lei n. 3.636, de 2015, relativo ao Acordo de Leniência. Disputou à reeleição para a Câmara dos Deputados em 2018, nos quadros do MDB dentro da coligação “Renova Tocantins”. Recebeu 40.719 votos e conseguiu ser redirecionada ao cargo.

Por conta da sua atuação como primeira-dama, recebeu o troféu de honra e reconhecimento concedido pelo Sistema Fecomércio do Tocantins, em 2008.

Cursou direito no Instituto de Ensino e Pesquisa Objetivo (IEPO) em Palmas, Tocantins.

Casou-se com Marcelo Miranda, ex-governador de Tocantins, com quem teve dois filhos.


Luiza de Araújo Farias (em colaboração)

 

Fontes

Portal da Câmara dos Deputados (https://www.camara.leg.br/). Acesso em: 23/04/2022. Portal do Governo do Estado de Tocantins (https://www.to.gov.br/) Acesso em: 27/04/2022. Portal do Tribunal Superior Eleitoral (https://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/). Acesso em: 23/04/2022. Portal da Secretaria de Comunicação do Governo do Estado do Tocantins (https://www.to.gov.br/secom/). Acesso em: 27/04/2022. Portal da FGV CPDOC (http://www.fgv.br/cpdoc/). Acesso em: 23/04/2022. Portal do CEPESP (http://shiny.cepesp.io/cepesp_carreiras/). Acesso em: 23/04/2022.

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados