Flávio Nélson da Costa Chaves

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: CHAVES, Flávio
Nome Completo: Flávio Nélson da Costa Chaves

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

CHAVES, Flávio

*dep. fed. SP 1979-1983.

Flávio Nélson da Costa Chaves nasceu em Casa Branca (SP) no dia 29 de abril de 1949, filho de Nélson Ferreira da Costa Chaves e de Isa de Carvalho Chaves.

Realizou os estudos universitários na Organização Sorocabana de Assistência e Cultura, em Sorocaba (SP), bacharelando-se em ciências jurídicas e sociais no ano de 1973.

Empresário, iniciou sua carreira política em novembro de 1978, quando foi eleito deputado federal por São Paulo na legenda do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), partido de oposição ao regime militar instaurado no país em abril de 1964. Com o fim do bipartidarismo em novembro de 1979 e a consequente reestruturação partidária, filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), agremiação sucessora do MDB. Atuou como membro titular da Comissão de Trabalho e Legislação Social (1979-1981) da Câmara e foi vice-líder da bancada do PMDB no ano de 1980.

No pleito de novembro de 1982, candidatou-se à prefeitura de Sorocaba na legenda do PMDB, obtendo êxito. Deixou a Câmara ao final da legislatura, em fevereiro de 1983, e assumiu no mês seguinte o mandato executivo municipal. Nesse período foi conselheiro da Associação Paulista de Municípios e membro do conselho de administração da Companhia de Habitação Popular (Cohab) Bandeirantes.

Terminou o mandato de prefeito em janeiro de 1987 e em março foi nomeado presidente da Caixa Econômica do estado de São Paulo pelo governador peemedebista eleito em novembro de 1986, Orestes Quércia (1987-1991), permanecendo no cargo até maio de 1988. Retomou suas atividades como diretor-presidente de sua empresa Tecbase Comercial e Construtora Ltda., e tornou-se também membro dos conselhos administrativos das companhias energéticas de São Paulo, do Banco de Desenvolvimento do Estado de São Paulo (Badesp) e do Banco do Estado de São Paulo S.A. (Banespa).

No pleito de outubro de 1994 candidatou-se a deputado estadual na legenda do PMDB, obtendo uma suplência. Contudo, assumiu o mandato em janeiro de 1997, na vaga deixada por José Carlos Tardeli, participando dos trabalhos legislativos como vice-líder da bancada do PMDB e do governo e como membro titular das comissões de Constituição e Justiça e de Controle e Fiscalização. Em outubro de 1997, tornou-se presidente do diretório do PMDB de Sorocaba.

Candidato à reeleição em outubro de 1998, foi de novo suplente. Deixou a Assembleia Legislativa em janeiro do ano seguinte, ao final da legislatura.

Casou-se com Sueli Bolina Chaves, com quem teve sete filhos.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1979-1983); INF. BIOG.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados