Luis Roberto Cardoso de Oliveira

Entrevista

Luis Roberto Cardoso de Oliveira

Entrevista realizada no contexto do projeto “História Audiovisual das Ciências Sociais no Brasil”, desenvolvido com financiamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq), entre dezembro de 2012 e dezembro de 2015, com o objetivo de constituir um acervo audiovisual de entrevistas com cientistas sociais brasileiros. Para ter acesso à transcrição e ao vídeo da entrevista clique aqui.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Entrevista em vídeo disponível na Sala de Consulta do CPDOC e trechos no portal.

Tipo de entrevista: História de vida
Entrevistador(es):
Celso Castro
Data: 7/4/2015
Local(ais):
Brasília ; DF ; Brasil

Duração: 2h0min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Luis Roberto Cardoso de Oliveira
Formação: Graduado em Ciências Sociais pela Universidade de Brasília (1973 – 1977); mestre em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro 1978 – 1981); mestre em Master of Arts pela Universidade de Harvard (1981 – 1984); doutor em Antropologia pela Universidade de Harvard (1981 – 1989); concluiu seu pós-doutorado em Antropologia da Política e do Direito pela Centre National de la Recherche Scientifique (2006) e em Antropologia Urbana pela Universidade de Montreal (1995 – 1996).
Atividade: Estagiário e pesquisador assistente na Fundação Nacional do Índio (1975); antropólogo Pesquisador no Centro Nacional de Referência Cultural (1977 – 1978); membro do conselho diretor na Associação Brasileira de Antropologia (2008 – Atual); pesquisador visitante da Universidade de Montreal (1995 – 1997); professor titular da Universidade de Brasília (2008 –Atual); teaching fellow na Universidade Harvard (1984 – 1986); professor visitante do Centre National de la Recherche Scientifique (2006); vice-coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Estudos Comparados em Administrados (2009 – Atual); membro do comitê do Centro de Investigações e Estudos Superiores em Antropologia Social (2012 – Atual); professor visitante na Universidade Diderot de Paris (2012). *Entrevista realizada no ano de 2014

Equipe


Transcrição: Gabriela Franco Duarte;

Conferência da transcrição: Dirceu Salviano Marques Marroquim ;

Técnico Gravação: Thais Blank;

Temas

Antropologia;
Bibliografias;
Brasília;
Canadá;
Cidadania;
Ciências Sociais;
Congressos e conferências;
Drogas;
Ensino superior;
Estados Unidos da América;
Família;
Formação acadêmica;
França;
Gilberto Velho;
Greves;
India;
Indios;
Infância;
Intelectuais;
Língua estrangeira;
Língua portuguesa;
Magistério;
Metodologia de pesquisa;
Museu Nacional;
Obras de referência;
Pesquisa científica e tecnológica;
Polícia;
Política;
Portugal;
Pós - graduação;
Rio de Janeiro (cidade);
Serviço militar;
Terras indígenas;
Universidade de Brasília;
Universidade de Harvard;
Universidade de São Paulo;
Universidade Estadual de Campinas;

Sumário

Entrevista: 7 de abril de 2015

A relação com o pai, o antropólogo Roberto Cardoso de Oliveira; a infância no Rio de Janeiro e os estudos; a relação com o avô, Leônidas Cardoso; a sua relação com a rua desde a infância; a escolha das Ciências Sociais por exclusão; a mudança para os Estados Unidos e a nova maneira de ver o mundo; a assistência no projeto de descendentes portugueses de Gilberto Velho e Yvonne Maggie; a volta para Brasília e o alistamento no serviço militar obrigatório; a relação com a polícia e os colegas da faculdade; a relação com os professores que eram amigos dos seus pais e o conheciam desde a infância; assistência ao survey do pai no estudo do movimento da cruz e os Tikuna; a condição de ser um pesquisador na mesma área de prestígio do seu pai; a decisão pelo mestrado no Museu Nacional; a volta para o Rio de Janeiro; a opção por se dedicar exclusivamente aos estudos; as oportunidades de doutorado fora do Brasil; a seleção dos alunos em Harvard e a definição do orientador; o interesse inicial pelo projeto de pesquisa no Brasil; a relação com o seu primeiro orientador, David Maybury-Lewis; a influência do professor Túlio Maranhão e a pesquisa nos conflitos de pequenas causas; a orientação definitiva da professora Sally Falk Moore; a relação com Habermas e Dumont; a figura intelectual no Brasil e nos Estados Unidos; a questão da competitividade e a tensão com os prazos; o nascimento da segunda filha e a disponibilidade para os estudos; a oportunidade de dar aulas na Unicamp e na UnB e a decisão pela UnB para ; a influência da antropologia inglesa na antropologia feita no Brasil; o prolongamento do doutorado; a participação nos congressos universitários durante a greve no Brasil; a relação com Stanley Tambiah; a conclusão do doutorado e o concurso para a UnB; a experiência de pesquisa em Montreal; a questão da cidadania e identidade canadense; a perspectiva política comparada; a relação com a França comparada ao Brasil, Estados Unidos e Canadá no âmbito social e político; a questão do conflito e a visão das duas partes envolvidas; a visão de um pesquisador estrangeiro; a adaptação aos Estados Unidos e Canadá; a dificuldade da permanência fora do Brasil devido às relações familiares; a possibilidade de permanência no Canadá e as amizades estabelecidas fora do Brasil; o interesse pelo aprofundamento das concepções de igualdade; a igualdade associada à cidadania e a igualdade associada à justiça; um esboço de pesquisa sobre a questão da igualdade na Índia; a diferença dos diálogos dos antropólogos brasileiros e os brasilianistas; a experiência do pesquisador como cidadão; a rede de trabalho estabelecida durante a presidência da ABA; a discussão sobre laudos antropológicos durante a sua gestão; a Reunião Brasileira de Antropologia realizada em Porto Seguro; a discussão dos benefícios do projeto Antropólogos sem Fronteira para os antropólogos brasileiros; os livros de referência na Antropologia.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados