Mário Luiz Gomes Soares

Entrevista

Mário Luiz Gomes Soares

Entrevista realizada no contexto do projeto “Global Arenas of Knowledge”, desenvolvido pelo CPDOC em convênio com a University of Sydney e financiado pelo Australian Research Council, entre agosto de 2013 e dezembro de 2015. O projeto visa, a partir dos depoimentos cedidos, a produção de artigos acadêmicos e paper em congressos.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
João Marcelo Ehlert Maia
Data: 10/3/2015
Local(ais):
Rio de Janeiro ; RJ ; Brasil

Duração: 0h55min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Mário Luiz Gomes Soares
Nascimento: 1/1/0001; Rio de Janeiro; RJ; Brasil;

Formação: Graduação em Oceanografia da UERJ (1987) E Doutor em Oceanografia pela USP (1987)
Atividade: Professor e orientador do Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente da UERJ

Equipe


Transcrição: Graziela Motta;

Técnico Gravação: Ninna Carneiro;

Temas

Atividade acadêmica;
Bolsas de estudo e de pesquisa;
Carreira acadêmica;
Formação acadêmica;
Intercâmbio científico e tecnológico;
Meio ambiente;
Orientação educacional;
Pesquisa científica e tecnológica;
Universidade do Estado do Rio de Janeiro;
Universidade Federal do Rio de Janeiro;

Sumário

Entrevista: 10 de março de 2015

Trajetória acadêmica: os temas pesquisados, doutorado na USP; o trabalho no Instituto Estadual do Ambiente (INEA), os primeiros contatos com a temática das mudanças climáticas; a pesquisa sobre a elevação do nível do mar nos manguezais; o trabalho em Guaratiba; breve comentário sobre a atuação na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); a orientação de alunos de graduação na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); detalhes do trabalho de marcação dos mangues; a importância do monitoramento constante; o processo de contratação na UFRJ; o estudo do crescimento e da migração dos mangues: o grupo de trabalho, a comparação com outros estudos; o trabalho em conjunto com a prefeitura e com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) sobre a análise dos efeitos da mudança climática no Rio de Janeiro; a análise de vulnerabilidade dos manguezais; o resultado dos trabalhos; comentários sobre os objetivos da pesquisa acadêmica; a participação em comitês e conselhos; a experiência com os conflitos ambientais; a popularização do tema das mudanças climáticas; o trabalho com sequestro de carbono; a expansão da pesquisa a novas áreas: as dificuldades, o carbono no subterrâneo, a discussão sobre a mercantilização do carbono e dos produtos das pesquisas, a diversidade do mangue brasileiro; a expansão internacional do estudo: o diálogo com pesquisadores e instituições internacionais, as dificuldades, a rotina de trabalho e publicações conjuntas; a publicação em nível nacional e internacional; a produção de relatórios; comentários sobre a pressão acadêmica para publicação; opinião sobre o foco excessivo em status na academia; a importância do pensamento crítico para pesquisadores; a utilização de redes sociais.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados