Nigel Brooke

Entrevista

Nigel Brooke

Entrevista realizada no contexto do projeto “Memória de um Office na periferia: o Escritório da Fundação Ford no Brasil”, desenvolvido em convênio com a Fundação Ford, entre janeiro de 2011 e julho de 2012, com o objetivo de constituir um acervo de depoimentos histórico-documental sobre os 50 anos da atuação da Fundação Ford no Brasil e a posterior disponibilização dos depoimentos gravados na internet.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Lúcia Lippi Oliveira
Helena Maria Bousquet Bomeny
Helena de Moura Aragão
Data: 12/7/2011
Local(ais):
Rio de Janeiro ; RJ ; Brasil

Duração: 1h43min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Nigel Brooke
Nascimento: 1/1/0001; Itapecurumirim; MA; Brasil;

Formação: Possui graduação em Psicologia Experimental - University of Reading (1969), mestrado em Psicologia Ocupacional - Birkbeck College, University of London (1973) e doutorado em Estudos do Desenvolvimento - Institute of Development Studies (1979)
Atividade: Professor Convidado da FAE/UFMG e Coordenador Executivo da pesquisa Geres da Universidade Federal de Minas Gerais. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Administração Educacional, atuando principalmente nos seguintes temas: financiamento da educação, avaliação educacional, certificação.Trabalhou na Fundação Ford e na Secretaria de Educação de Minas Gerais.

Equipe

Levantamento de dados: Helena de Moura Aragão;Lúcia Lippi Oliveira;Verônica R. Bevilacqua Otero Spicer;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Helena de Moura Aragão;Lúcia Lippi Oliveira;

Transcrição: Roberta Mociaro Zanatta;

Conferência da transcrição: Verônica R. Bevilacqua Otero Spicer;

Técnico Gravação: Bernardo de Paola Bortolotti Faria;

Sumário: Laura Mie de Azevedo Nicida;

Temas

América Latina;
Banco Mundial;
Belo Horizonte;
Bolsas de estudo e de pesquisa;
Brasil;
Educação;
Ensino superior;
Fundação Ford;
Inglaterra;
México;
Minas Gerais;
Pesquisa científica e tecnológica;
Pobreza;
Pós - graduação;
Psicologia;
Redemocratização;
Sistema educacional;
Universidade Federal de Minas Gerais;
Uruguai;

Sumário

Entrevista: 12 de julho de 2011: Nascimento na Inglaterra; a graduação em psicologia experimental e o mestrado em psicologia ocupacional; o interesse pela América Latina e a pesquisa no México; a ida como professor de inglês voluntário para o Instituto Cultural do Uruguai; o doutorado sobre a reforma educacional no México; a diferença entre o sistema educacional mexicano/brasileiro e o britânico; o fim do doutorado e a vinda para o Brasil, Belo Horizonte; as pesquisas na UFMG e o convite para um cargo na secretaria de educação do Estado de Minas Gerais em 1985; a volta para a Fundação João Pinheiro e o pós doutorado em paralelo na Inglaterra; a negociação com o Banco Mundial; a chegada na Fundação Ford; a proposta da Fundação de juntar os temas de educação e pobreza urbana; a consultoria de Bernadete Gatti; o enfoque em questões da educação básica e de um sistema de avaliação educacional; o investimento a longo prazo da Fundação Ford; o caso do Serviço Brasileiro de Aperfeiçoamento (Sebrap); o período de redemocratização no Brasil e a queda no valor médio de cada doação; a atuação como representante e program officer; as diferentes formas de gestão dentro dos diferentes escritórios da Fundação Ford; características de Ondina Leal e Denise Dora; a diferença de atuação na Secretaria e na Fundação; a cultura filantrópica; a política de rotatividade de cargos da Fundação; os começos e opções equivocadas feitas pela Fundação; o corte do programa de educação; o papel das bolsas de pós-graduação da Fundação Ford; a saída da Fundação Ford e a volta para Belo Horizonte; as pesquisas feitas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e para a Fundação Victor Civita.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados