ANTONIO LUIS DE SOUSA MELO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MELO, Antônio Luís de Sousa
Nome Completo: ANTONIO LUIS DE SOUSA MELO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
MELO, ANTÔNIO LUÍS DE SOUSA

MELO, Antônio Luís de Sousa

*pres. DNC 1935-1936.

 

Antônio Luís de Sousa Melo nasceu no Rio de Janeiro, então Distrito Federal, no dia 27 de fevereiro de 1890, filho de Antônio Luís de Sousa Melo e de Rosa Pereira de Sousa Melo. Sua família contava com grandes proprietários de fazendas de café.

Estudou e trabalhou na Academia de Comércio do Rio de Janeiro.

Em maio de 1916, foi admitido como praticante no Banco do Brasil, por concurso. Dois anos depois era promovido a gerente. Como contador e gerente, trabalhou em várias agências do Banco do Brasil, e a partir de 1931 desempenhou a função de inspetor e inspetor-geral da agência de Santos.

Assumiu, em janeiro de 1935, a Carteira Cambial do Banco do Brasil e, no mês seguinte, também a Carteira de Emissão. Em agosto do mesmo ano foi nomeado, por indicação do ministro da Fazenda Artur de Sousa Costa, presidente do Departamento Nacional do Café (DNC). Nesse cargo, promoveu a conferência cafeeira de Bogotá, na Colômbia, e criou o Bureau Pan-Americano do Café, em Nova Iorque. Deixou o DNC em outubro de 1936.

Foi o primeiro diretor da Carteira de Crédito Agrícola e Industrial do Banco do Brasil, criada em 1937. Reeleito para o cargo em 1941, reduziu a taxa de juros agrícolas, do redesconto das cédulas rurais e dos contratos de financiamentos.

Foi membro do Conselho Federal do Comércio Exterior e da Superintendência da Moeda e do Crédito (Sumoc). Pelo Banco do Brasil, foi também diretor das carteiras de Crédito Geral e de Redescontos, e da Caixa de Mobilização Bancária. Chegou à vice-presidência do Banco do Brasil, sendo por três vezes o presidente interino da instituição.

Como jornalista, foi colaborador do Jornal do Brasil, O Jornal e Jornal do Comércio.

Criador e fazendeiro no estado do Rio de Janeiro, foi proprietário de cafezais no interior paulista.

Faleceu no dia 1º de fevereiro de 1972, no Rio de Janeiro.

Foi casado duas vezes, sendo o segundo casamento com Laura de Almeida de Sousa Melo. Teve dez filhos.

 

FONTES: CONSULT. MAGALHÃES, B.; Globo (2/2/72); Jornal (18/2/72).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados