EDIL PEREIRA FERRAZ

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: FERRAZ, Edil
Nome Completo: EDIL PEREIRA FERRAZ

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
FERRAZ, EDIL

 

FERRAZ, Edil

*dep. fed. MT 1967-1971 e 1974-1975.

 

Edil Pereira Ferraz nasceu em Paranaíba (MS), então no estado de Mato Grosso, no dia 4 de julho de 1924, filho de José Rodrigues Ferraz e de Alice Pereira Ferraz.

Nomeado em 1952 secretário municipal de Paranaíba, no ano seguinte bacharelou-se pela Faculdade de Direito da Universidade do Distrito Federal.

Iniciou sua vida parlamentar no pleito de outubro de 1954, quando se elegeu deputado estadual em Mato Grosso na legenda do Partido Social Democrático (PSD). Deixando o cargo que ocupava na prefeitura da cidade natal, assumiu o mandato em fevereiro de 1955. Reelegeu-se em outubro de 1958, tornando-se de 1959 a 1961 o líder do governo na Assembléia estadual. Voltando a eleger-se em outubro de 1962, exerceu em 1964 e 1965 a presidência da casa. Com a extinção dos partidos políticos pelo Ato Institucional nº. 2 (27/10/1965) e a posterior instauração do bipartidarismo, filiou-se à Aliança Renovadora Nacional (Arena), partido de sustentação política ao regime militar instaurado no país a partir de abril de 1964.

Em novembro de 1966, elegeu-se deputado federal por Mato Grosso na legenda da Arena. Deixando a Assembléia Legislativa em janeiro de 1967, em fevereiro seguinte ocupou sua cadeira na Câmara dos Deputados. Nas eleições de novembro de 1970 candidatou-se mais uma vez a deputado federal por seu estado, obtendo apenas uma suplência. Encerrou seu mandato em janeiro de 1971 e só retornou à Câmara em agosto de 1974, aí permanecendo até janeiro de 1975.

Em outubro de 1977 foi sancionada a lei que dividiu em dois o estado de Mato Grosso. No pleito de novembro de 1978 foi suplente na chapa vitoriosa, encabeçada pelo ex-governador Pedro Pedrossian.

Com o fim do bipartidarismo e a consequente reorganização partidária em 1979, filiou-se ao Partido Democrático Social (PDS), que sucedeu à Arena. Ainda nesse ano, foi criado o estado de Mato Grosso do Sul, tendo Campo Grande como capital e um governador nomeado. No ano seguinte, foi instalado o Tribunal de Contas do Estado (TCE), tendo Edil Ferraz como primeiro presidente. Aposentou-se no TCE em junho de 1989.

Após deixar o TCE, filiou-se ao Partido Democrático Trabalhista (PDT), participando do diretório regional do partido. No pleito de outubro de 1990 concorreu a uma vaga de deputado federal na legenda pedetista, não sendo bem-sucedido. Permaneceu filiado ao PDT e não voltou mais a disputar eleições, dedicando-se à agropecuária.

Faleceu em Campo Grande, no dia 8 de outubro de 2008.

Era casado com Inis Aparecida Zogbi Pereira Ferraz, com quem teve dois filhos.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1967-1971 e 1971-1975); ENTREV. BIOG.; TSE. Dados (3 e 6).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados