EDSON DE OLIVEIRA CUNHA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: FERRAMENTA, Edinho
Nome Completo: EDSON DE OLIVEIRA CUNHA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
FERRAMENTA, EDINHO

FERRAMENTA, Edinho

*dep. fed. MG 1993.

Edson de Oliveira Cunha nasceu em Timóteo (MG) no dia 13 de dezembro de 1960, filho de Bertoldo Olímpio da Cunha e de Glória Oliveira Cunha.

Entre os anos de 1979 e 1985, formou-se técnico em eletrônica pela Escola Técnica Juscelino Kubitschek em Ipatinga (MG).

Metalúrgico e ativista sindical, em 1987 foi eleito secretário-geral da Central Única dos Trabalhadores (CUT) de Ipatinga, cargo que ocupou até 1988, quando se filiou ao Partido dos Trabalhadores (PT).

Eleito vereador em Ipatinga em novembro do mesmo ano, foi empossado na Câmara Municipal da cidade em janeiro seguinte. Durante os trabalhos legislativos, foi membro da Comissão Permanente sobre Legislação e Justiça (1989-1992), relator da Lei Orgânica do município (1989), líder da bancada petista e do governo Chico Ferramenta (1989-1992). No pleito de outubro de 1990 candidatou-se a deputado federal na legenda do PT de Minas, obtendo apenas uma suplência.

Reeleito vereador em outubro de 1992, licenciou-se do novo mandato em março do ano seguinte para assumir uma cadeira na Câmara Federal em substituição ao também suplente, Rogério Correia Batista, que se declarou impossibilitado de ocupar a vaga deixada por Sandra Starling, nomeada secretária municipal em Belo Horizonte pelo prefeito Patrus Ananias (1993-1996).

Como deputado federal, Edinho participou da Comissão de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Minorias da Câmara e foi membro da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) criada no Congresso Nacional para analisar a situação do setor farmacêutico do país. Em agosto de 1993, com o retorno da titular, voltou à condição de suplente de deputado federal, reassumindo, então, sua cadeira de vereador.

Em outubro de 1994 concorreu novamente a uma vaga de deputado federal, porém, mais uma vez, não obteve êxito. Deixou a Câmara de Ipatinga em dezembro de 1996, ao fim da legislatura municipal.

Foi chefe de gabinete da secretaria municipal de Obras Públicas de Ipatinga.

Edinho Ferramenta teve dois filhos.

FONTES: CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1991-1995 — suplemento); CÂM. DEP. Lista de suplentes (1991-1995).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados