FABIO DE SALES MEIRELES

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MEIRELES, Fábio
Nome Completo: FABIO DE SALES MEIRELES

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
MEIRELES, FÁBIO

MEIRELES, Fábio

*dep. fed. SP 1991-1995; pres. CNA 2007-

Fábio de Sales Meireles nasceu em Cajuru (SP) no dia 10 de julho de 1928, filho de Severino Tostes Meireles e de Georgina Sales Meireles.

Iniciou seus estudos na área de ciências jurídicas e sociais pela Faculdade de Direito em Franca (SP), que concluiria em 1977.

Ao longo da década de 1960, foi membro de entidades ligadas a interesses agrários, tendo presidido a Associação Rural do Vale do Sapucaí (1960-1961). Foi membro da junta administrativa do Instituto Brasileiro do Café (IBC) e da comissão de organização de feiras agropecuárias de São Paulo (1961-1967); diretor da Federação das Associações Rurais de São Paulo e presidente da Associação Rural de Franca (1962-1965).

Após o movimento político-militar de 31 de março de 1964 que derrubou o presidente João Goulart (1961-1964), foi subchefe do gabinete do Ministério da Agricultura, secretário-executivo do Fundo Agropecuário, secretário da Comissão de Política e Planejamento Agrícola do ministério e presidente do Banco Nacional de Crédito Cooperativo (BNCC).

Em 1968 participou, em Genebra, na Suíça, do congresso da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Em 1975, foi eleito presidente da Federação Agrícola do Estado de São Paulo (FAESP), cargo para o qual seria sucessivamente reeleito até 1993. Entre 1973 e 1979 ocupou a presidência do Instituto do Café de São Paulo. No ano seguinte, foi vice-presidente-executivo do Grupo Executivo para o Desenvolvimento do Programa Estadual do Álcool e diretor de operações rurais e agroindustriais do Banco de Desenvolvimento Estadual do Estado de São Paulo S.A. (Badesp), cargo que ocuparia até o ano de 1983.

De 1986 a 1988 trabalhou na secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo. Em 1990, concluiu seu terceiro mandato consecutivo como vice-presidente da Confederação Nacional de Agricultura (CNA), cargo que vinha ocupando desde 1982.

Em outubro de 1990, venceu a eleição para deputado federal na legenda do Partido Democrático Social (PDS), tendo sido membro titular da Comissão de Agricultura e Política Rural e suplente das comissões de Economia, Indústria e Comércio e de Defesa Nacional.

Na sessão de 29 de setembro de 1992, votou a favor do impeachment do presidente Fernando Collor de Melo, acusado de crime de responsabilidade por ligações com um esquema de corrupção liderado pelo ex-tesoureiro de sua campanha presidencial, Paulo César Farias. Afastado da presidência logo após a votação na Câmara, Collor renunciou ao mandato em 29 de dezembro de 1992, pouco antes da conclusão do processo pelo Senado, sendo efetivado na presidência da República o vice Itamar Franco, que já vinha exercendo o cargo interinamente desde o dia 2 de outubro.

Filiado ao Partido Progressista Reformador (PPR), agremiação formada pela união do PDS com o Partido Democrata Cristão (PDC), nas principais matérias constitucionais apresentadas na Câmara dos Deputados ao longo da legislatura 1991-1995, Fábio Meireles votou contra a criação do Imposto Provisório sobre Movimentação Financeira (IPMF), de 0,25% sobre transações bancárias, criado como fonte complementar de recursos para a saúde. Votou, porém, a favor da criação do Fundo Social de Emergência (FSE), que permitia ao governo retirar recursos de áreas como saúde e educação para ter maior liberdade de administração das verbas, e faltou à votação do fim do voto obrigatório.

Sem disputar a reeleição em outubro de 1994, deixou a Câmara em janeiro do ano seguinte, ao final da legislatura.

Exerceu o cargo de primeiro vice-presidente da Confederação Nacional da Agricultura durante cinco mandatos (1990 a 2007) e, a partir de julho de 2007 passou a presidir a entidade.

Casou-se com Ivete Lacerda Meireles, com quem teve sete filhos.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1991-1995); Folha de S. Paulo (18/9/94); Globo (30/9/92); http://www.senar.org.br/atividades/eventos/arquivos/024_noticia.pdf acesso em 11/11/09.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados