GONÇALVES, Vandenkolk

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: GONÇALVES, Vandenkolk
Nome Completo: GONÇALVES, Vandenkolk

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
GONÇALVES, Vandenkolk

GONÇALVES, Wandenkolk

*dep. fed. PA 2007-

Wandenkolk Pasteur Gonçalves nasceu em 17 de abril de 1951, em Itupiranga (PA), filho de Adelino Ribeiro Gonçalves e de Nair Maria Chaves Gonçalves.Cursou Engenharia Agronômica na Faculdade de Ciências Agrárias, em Belém, de 1970 a 1974. De 1980 a 1983 foi diretor presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-PA) e, de 1984 a 1986, cursou o Mestrado em Extensão Rural, na Universidade de Santa Maria (RS).

Filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) em 1986, ano em que se elegeu, nesta legenda, deputado estadual constituinte do Pará. Em 1989, foi líder do PMDB na Assembléia Legislativa local. Naquele ano, foi também relator do regimento interno da constituinte estadual e sub-relator geral da Constituição do Estado do Pará, aprovada no mesmo ano.

De 1991 a 1994 foi deputado estadual interino, no Pará, na legenda do PMDB. Deixou o partido naquele último ano e, em 1995, ingressou no Partido Progressista (PP), mas no ano seguinte migrou para o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Em 1999 foi nomeado Secretário Executivo de Agricultura na Secretaria de Estado da Agricultura do Pará, durante o governo de Almir Gabriel (1995-2003), também do PSDB. No mesmo ano, Gonçalves passou a exercer a presidência do Conselho de Administração da empresa Centrais de Abastecimento do Estado do Pará (Ceasa), e também a do Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf).  Em 2000, deixou a secretaria executiva de Agricultura do Pará, e eno ano seguinte deixou a presidência do Pronaf e a do Conselho de Administração da Ceasa.

De 2003 a 2004 foi Secretário Especial de Estado do Governo do Pará, durante o governo do também tucano Simão Jatene (2003-2007) e, no mesmo governo, assumiu de 2004 a 2005 a Secretaria Extraordinária de Estado.

Em outubro de 2006, Vandenkolk Gonçalves elegeu-se deputado federal pelo Pará na legenda do PSDB. Na Câmara dos Deputados, passou a compor a chamada bancada ruralista, conhecida por defender os interesses dos grandes produtores rurais, integrando, como membro titular, a Comissão Permanente de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural.

Em agosto de 2007, defendeu na tribuna da Câmara dos Deputados a empresa Pastoral e Agrícola S.A., alvo de denúncias de utilização de trabalho escravo. Segundo Gonçalves, um “erro contábil” na folha de pagamento da empresa havia determinado uma errônea acusação de agentes do Ministério do Trabalho contra a empresa, tida por ele como importante geradora de trabalho e renda. Neste mesmo ano, votou contra a proposta do Governo Luís Inácio Lula da Silva (2003-2011) de prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).

 Em fevereiro de 2008, passou a ser vice-líder do PSDB na Câmara, e em novembro daquele mesmo ano, passou a integrar como vice-presidente a Comissão Especial referente à análise do Projeto de Lei (PL) 3960 que previa a transformação da Secretaria Especial de Agricultura e Pesca da Presidência da República em Ministério da Pesca e Agricultura. Em março de 2009, passou a presidir a Subcomissão de Intermediação de Conflitos Agrários no Brasil. Ainda no mesmo mês, passou a fazer parte, também como membro titular, da Comissão Especial da Crise Econômico-Financeira na Agricultura. No mês seguinte participou de reunião com mais de 500 produtores do Pará, em Marabá (PA), organizada para pedir o fim das ocupações ilegais no estado e o cumprimento dos mandados de reintegração de posse de fazendas ocupadas por movimentos sociais. No mesmo mês, na condição de presidente da Subcomissão de Intermediação de Conflitos Agrários encaminhou pedido da subcomissão ao Ministro da Justiça, Tarso Genro, para o envio de forças federais ao Pará, para evitar possíveis protestos do Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), por ocasião do aniversário de 13 anos do massacre de Eldorado de Carajás. O ministério confirmou o recebimento da notícia, mas disse que o pedido de envio da Força Nacional de Segurança só poderia ser feito pelos governadores, responsáveis pela segurança pública nos Estados.

Em setembro, Wandenkolk votou com a maioria dos deputados a favor da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) dos Vereadores, que aumentava em quase oito mil as vagas nas câmaras municipais do país. No mês seguinte, como relator do PL 1375, que previa a suspensão do decreto do Executivo excluindo os produtores rurais da Amazônia Legal do prazo concedido para a regularização de terras desmatadas e ocupadas irregularmente em áreas de reserva legal, deu parecer favorável ao projeto, aprovado pela Comissão Permanente de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, que assim conseguiu sustar o decreto presidencial. Gonçalves, crítico do decreto presidencial, afirmara que o mesmo havia “relegado à ilegalidade os produtores rurais de toda a região Norte e de parte das regiões Centro-Oeste e Nordeste”.

Ainda em 1999, recebeu o título de Engenheiro Agrônomo do Ano, pela Associação dos Engenheiros Agrônomos do Pará.

Publicou Um recado para Extensionistas, Boletim Informativo do Núcleo de Documentação, em Belém, pela Emater-Pará.

 

Inoã Pierre Carvalho Urbinati

 

 

FONTES: Agência Brasil. Disponível em : <http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias>. Acesso em : 10 nov. 2009;  Blog do dep. Vandenkolk Gonçalves. Disponível em : <http://wandenkolk.blogspot.com>. Acesso em : 10 nov. 2009; Congresso em Foco. Disponível em : <http://congressoemfoco.ig.com.br>. Acesso em : 10 nov. 2009; Folha de S.Paulo (online) 20 set. 2007, 06 e 16 abr. 2009. Disponível em : <http://www1. folha.uol.com.br.>. Acesso em : 10 nov. 2009; O Impacto. Disponível em : <http:// www.oimpacto.com.br/news.htm>. Acesso em : 10 nov. 2009; Portal da Câmara dos Deputados.  Disponível em : <http://www.camara.gov.br>. Acesso em : 10 nov. 2009;  Portal do PT– Ceará. Disponível em : <http://www.ptceara.org.br>. Acesso em : 10 nov. 2009; Portal Fundacentro – SC. Disponível em : < http://www.fundacentro.sc.gov.br/ acquaforum/principal/ver_noticias.php?not=2686>. Acesso em : 10 nov. 2009.  

 

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados