George Hilton dos Santos Cecílio

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: HILTON, George
Nome Completo: George Hilton dos Santos Cecílio

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
HILTON, George

HILTON, George

*dep. fed. MG 2007-2011; 2011-

 

 

 

George Hilton dos Santos Cecílio nasceu em Alagoinhas (BA) no dia 11 de junho de 1971.

De 1994 a 1999 trabalhou nas rádios Bahia, em Salvador, e Atalaia, em Belo Horizonte. Em 2000 tornou-se apresentador do programa “Minas na TV” da Rede Record de Televisão em Juiz de Fora (MG) e passou a cursar negócios internacionais na Universidade FUMEC, em Belo Horizonte. Pastor da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), estreou em 2002 o programa “Pastor George” na Rádio Manchester, em Juiz de Fora.

Em 1998 foi eleito deputado estadual em Minas Gerais na legenda do Partido Social Trabalhista (PST). Em 1999 assumiu o mandato, deixou o PST e filiou-se ao Partido Liberal (PL). De 1999 a 2002 foi membro da Comissão de Turismo, Indústria e Comércio da Assembleia. Em 2000 foi vice-presidente da Comissão de Saúde e em 2001, líder do PL. Em 2002 reelegeu-se nessa legenda, e na nova legislatura foi terceiro-secretário da mesa, membro titular da Comissão de Constituição e Justiça, presidente da Frente Parlamentar Evangélica, além de participar das frentes do Cooperativismo e de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente. Em abril de 2005 filiou-se ao Partido da Frente Liberal (PFL), mas em setembro do mesmo ano, teve a filiação cancelada pela Executiva Nacional do partido após ter sido flagrado pela Polícia Federal no aeroporto de Belo Horizonte transportando onze malas com grandes quantias de dinheiro. O deputado apresentou declaração da IURD que o autorizava a transportar o dinheiro, que seria proveniente de doações.  

Em 2006 se elegeu deputado federal por Minas Gerais em nova legenda, a do Partido Progressista (PP). Ao assumir o mandato em fevereiro de 2007, tornou-se membro titular da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados. Em julho de 2007 foi indicado pelo Congresso Nacional para representar o Brasil no Parlamento do Mercosul. Foi relator do Projeto de Lei do Executivo que autorizava a União a doar R$ 13,6 milhões ao governo de Moçambique para serem usados na instalação de uma fábrica de antirretrovirais e outros medicamentos de combate à Aids naquele país. Votou em junho de 2008 a favor da criação da Contribuição Social para a Saúde (CSS), que, segundo a oposição ao governo Lula, seria uma tentativa de recriar a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), taxa cobrada sobre movimentações bancárias destinada à área de saúde e extinta em 2007, depois que o Senado Federal não aprovou sua continuidade. Também em 2008 tornou-se membro do diretório nacional e presidente do diretório municipal do PP em Belo Horizonte.

No ano seguinte filiou-se ao Partido Republicano Brasileiro (PRB), do qual se tornou vice-líder na Câmara.

Nas eleições de 2010 tentou a reeleição, sendo eleito com 92.282 votos. Ainda nesse ano tornou-se o vice-líder do bloco formado pelo PSB, PCdoB, PMN e PRB. Assumiu o novo mandato em fevereiro de 2011.

Nessa legislatura, foi titular da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional e da Comissão Externa que tratou da transposição do Rio São Francisco.

Nas eleições de outubro de 2012, candidatou-se à prefeitura de Contagem, mas os 15.076 votos recebidos foram insuficientes para que fosse eleito. De volta à Câmara, no ano seguinte tornou-se líder do PRB.

Como cantor, gravou dois CDs com músicas religiosas: Clássicos inesquecíveis (2007) e Clássicos (2008).

Casou-se com Gorete O. Cecílio, com quem teve dois filhos.

 

 

FONTESPortal da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais. Disponível em: <http://www.almg.gov.br>. Acesso em 06/06/2009; Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em: <http://www.camara.gov.br>. Acesso em 05/06/2009 e 05/10/2013; Portal do Congresso em Foco. Disponível em:  <http://www.congressoemfoco.com.br>. Acesso em 17/08/2009; Portal do jornal Folha de São Paulo. Disponível em: <http://www.folha.com.br>. Acesso em 14/07/2009; Portal do jornal O Tempo. Disponível em: <http://www.otempo.com.br>. Acesso em 13/07/2009; Portal do Partido Progressista. Disponível em: <http://www.pp.org.br>. Acesso em 05/06/2009; Portal pessoal do pastor George Hilton. Disponível em: <http://www.georgehilton.com.br>. Acesso em 03/06/2009; Portal da revista Veja. Disponível em:  <http://veja.abril.com.br/>. Acesso em 14/07/2009; Portal do Senado Federal. Disponível em: <http://www.senado.gov.br>. Acesso em 03/06/2009; Portal do Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: <http://www.tse.jus.br>. Acesso em 05/10/2013.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados