LEOPOLDO CARPINTEIRO PERES

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: PERES, Leopoldo (2)
Nome Completo: LEOPOLDO CARPINTEIRO PERES

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
PERES, LEOPOLDO (2)

PERES, Leopoldo

*const. 1946; dep. fed. AM 1946-1948.

 

Leopoldo Carpinteiro Peres nasceu no engenho Pirapama, no município do Cabo (PE), no dia 9 de agosto de 1901, filho de Manuel Carpinteiro Peres e de Maria da Paz de Gusmão Carpinteiro Peres.

Aos seis anos de idade transferiu-se com a família para Manaus, onde, após cursar o primário e o secundário, bacharelou-se pela Faculdade de Direito do Amazonas em 1922. Depois de formado, lecionou português e literatura no Ginásio Amazonense e no Colégio Dom Bosco, na capital amazonense.

Em outubro de 1934 — após a Revolução de 1930 que levou Getúlio Vargas ao poder — elegeu-se deputado à Assembléia Constituinte do Amazonas. Empossado no início de 1935, com a promulgação da nova Constituição estadual em maio daquele ano, passou a exercer mandato ordinário até novembro de 1937, quando, com a instauração do Estado Novo (1937-1945), os órgãos legislativos do país foram suprimidos. Posteriormente, foi presidente do Conselho Administrativo do estado do Amazonas. Durante esse período, foi ainda promotor de Justiça em Manaus e professor catedrático de direito constitucional da Faculdade de Direito do Amazonas.

No pleito de dezembro de 1945 elegeu-se deputado pelo Amazonas à Assembléia Nacional Constituinte na legenda do Partido Social Democrático (PSD). Assumindo a cadeira em fevereiro do ano seguinte, participou dos trabalhos constituintes e, com a promulgação da nova Carta (18/9/1946), passou a exercer o mandato ordinário. Durante a legislatura integrou a Comissão Permanente de Constituição e Justiça e a Comissão de Emendas à Constituição, além de ter presidido a Comissão de Valorização da Amazônia. Na Câmara, defendeu a recuperação econômica da Amazônia e a indenização aos estados do Amazonas e do Pará pela criação dos territórios do Acre, em 1909, e de Guaporé (atual estado de Rondônia), do Amapá e do Rio Branco (atual estado de Roraima), em 1943. Além disso, foi o responsável pelo artigo 199 da Constituição, que criou o Plano de Valorização da Amazônia.

Foi ainda fundador e presidente da Associação Amazonense de Imprensa, sócio da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e secretário da Academia Amazonense de Letras.

Faleceu no Rio de Janeiro, então Distrito Federal, quando relatava um projeto na Comissão de Justiça da Câmara, no dia 26 de novembro de 1948.

Foi casado com Lastênia de Vasconcelos Peres, como quem teve seis filhos. Seu sobrinho, Leopoldo Peres Sobrinho foi deputado federal pelo Amazonas de 1963 a 1975.

Além de ter colaborado em jornais e revistas de Manaus e do Rio de Janeiro, publicou Política e espírito do regime, União sagrada pelo Brasil e Getúlio Vargas: o homem e o chefe.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Relação dos dep.; Diário do Congresso Nacional; FRANCO, A. Escalada; ROQUE, C. Grande.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados