Mário Lúcio Heringer

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: HERINGER, Mario
Nome Completo: Mário Lúcio Heringer

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

HERINGER, Mário

*dep. fed. MG 2003-2007; 2007-2011

 

 

Mário Lúcio Heringer nasceu em Manhumirim (MG) no dia 30 de setembro de 1954, filho de Gedalias Jacob Heringer e de Arlete da Mata Heringer.

Em sua cidade natal, foi presidente do Grêmio Manhumiriense de Desportos. Formou-se em medicina pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) em 1982, e especializou-se em ortopedia no Hospital dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro de 1983 a 1984. Também no Rio de Janeiro foi oficial socorrista do Corpo de Bombeiros, diretor do Serviço de Traumatologia da Barra, diretor do Serviço de Traumatologia de Laranjeiras, chefe de serviço da Casa de Saúde São Bernardo e chef Organização fundada em maio de 1959 por Ivan Hasslocher com o objetivo de combater a propagação do comunismo no Brasil.e de serviço e diretor-presidente da Casa de Saúde Santa Maria. Foi ainda diretor-secretário da Associação de Hospitais e Clínicas do Rio de Janeiro (AHCRJ).

De volta a Minas Gerais, filiou-se em 2001 ao Partido Democrático Trabalhista (PDT) e no ano seguinte elegeu-se deputado federal. Assumiu o mandato em fevereiro de 2003 e passou a integrar a Frente Parlamentar da Saúde. Presidiu da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, tendo atuação destacada nos debates sobre tortura a presos políticos durante a ditadura militar e sobre a abertura dos arquivos do regime. Em outubro de 2004, divulgou fotos, supostamente feitas em outubro de 1975, do jornalista Vladimir Herzog nas dependências do DOI-CODI. Trouxe também a público documentos que lhe foram entregues pelo ex-cabo José Alves Firmino. Articulou ainda a formação da Comissão de Arquivos da Ditadura, vindo a tornar-se seu presidente. De 2005 a 2006 integrou a Mesa Diretora da Câmara de Deputados.

Em outubro de 2006 foi reeleito. Empossado em fevereiro de 2007, foi titular da Comissão de Desenvolvimento Urbano e suplente das comissões de Seguridade Social e Família e de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural. Presidiu a Frente Parlamentar em Defesa da Representatividade Proporcional dos Municípios e foi também ouvidor parlamentar, quando defendeu a maior interação entre a Câmara dos Deputados e a sociedade brasileira.

Nas eleições de Outubro de 2010, tentou a reeleição, porém, os 65.109 votos que obteve lhe renderam a suplência. Em Fevereiro de 2013, retornou à Câmara dos Deputados na vaga de Zé Silva, titular que se licenciou do cargo para assumir uma secretaria no governo de Minas Gerais.

 

 

FONTES: Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em: <http://www2.camara.leg.br>. Acesso em 22/10/2013; Portal da Folha de São Paulo. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br>. Acesso em 22/10/2013; Portal do Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: <http://www.tse.jus.br>. Acesso em 22/10/2013.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados