MENDONCA, MISAEL DE

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MENDONÇA, Misael de
Nome Completo: MENDONCA, MISAEL DE

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
MENDONÇA, MISAEL DE

MENDONÇA, Misael de

*militar; mov. 1935.

 

Misael de Mendonça nasceu em 1885.

Ingressou na carreira militar sentando praça no Exército em maio de 1903. Declarado aspirante-a-oficial em janeiro de 1910, foi promovido a segundo-tenente em dezembro de 1913, a primeiro-tenente em fevereiro de 1919 e a capitão em janeiro de 1924. Fez os cursos de infantaria, cavalaria, engenharia e de aperfeiçoamento de oficiais. Durante a Revolução Constitucionalista de São Paulo, entre julho e outubro de 1932, combateu ao lado das forças legalistas, recebendo a patente de major em fevereiro do ano seguinte.

Comandava o 3º Batalhão do 3º Regimento de Infantaria (RI), sediado no Rio de Janeiro, então Distrito Federal, quando, em 27 de novembro de 1935, irrompeu nessa cidade um levante armado contra o governo federal. O movimento, organizado pelo Partido Comunista Brasileiro, então Partido Comunista do Brasil (PCB), em nome da Aliança Nacional Libertadora (ANL) e deflagrado dias antes nas cidades de Natal e Recife, envolveu, na capital federal, o 3º RI. Os oficiais dessa unidade receberam um ultimato segundo o qual seriam fuzilados os que não aderissem à revolta em 24 horas. Decidindo averiguar a situação do regimento, Misael de Mendonça, segundo José Campos de Aragão, dirigiu-se à Companhia de Metralhadoras e aí foi morto.

Sepultado com honras militares, foi promovido a tenente-coronel.

 

 

FONTES: ARAGÃO, J. Intentona; ARQ. GETÚLIO VARGAS; MIN. GUERRA. Almanaque; SILVA, H. 1935.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados