MIRAGLIA, JOSE

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MIRAGLIA, José
Nome Completo: MIRAGLIA, JOSE

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
MIRAGLIA, JOSÉ

MIRAGLIA, José

*dep. fed. SP 1955-1959 e 1962.

José Miraglia nasceu em Itapuí (SP) no dia 15 de junho de 1901, filho de Brás Miraglia e de Antônia Potriam Miraglia.

Fez o curso secundário no Ginásio Mineiro, em Belo Horizonte, matriculando-se em seguida na Faculdade de Medicina de Minas Gerais. Transferindo-se posteriormente para o Rio de Janeiro, então Distrito Federal, formou-se em dezembro de 1925 pela Faculdade de Medicina da Universidade do Brasil. Especializou-se em obstetrícia.

Tendo já exercido a função de vereador, foi prefeito de sua cidade natal entre 1931 e 1947. No pleito de outubro de 1950 elegeu-se deputado à Assembléia Legislativa de São Paulo na legenda do Partido Social Progressista (PSP). Empossado em fevereiro do ano seguinte, atuou como primeiro-secretário da mesa da Assembléia de março de 1954 a janeiro de 1955, quando concluiu o mandato.

Eleito deputado federal por São Paulo em outubro de 1954, sempre na legenda do PSP, assumiu o mandato em fevereiro do ano seguinte e, nessa legislatura, integrou-se à Liga de Emancipação Nacional (LEN). Organizada em abril de 1954 no Rio de Janeiro, a LEN era uma sociedade civil constituída para defender as liberdades democráticas e lutar pelo desenvolvimento econômico independente do Brasil. Em junho de 1956 foi fechada pelo presidente Juscelino Kubitschek, acusada de infiltração comunista. Em 1958 integrou a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigou as atividades políticas das empresas Esso e Shell.

Candidato à reeleição no pleito de outubro de 1958 na legenda da coligação formada pelo PSP, o Partido Social Democrático (PSD) e o Partido Social Trabalhista (PST), obteve apenas uma suplência. Deixando a Câmara em janeiro de 1959, ao final da legislatura, voltou a exercer o mandato de agosto a setembro desse ano e de fevereiro a maio de 1962. No pleito de outubro de 1962 voltou a concorrer à Assembléia Legislativa paulista na legenda do PSP e com o apoio da Aliança Eleitoral pela Família (Alef), associação civil de âmbito nacional criada naquele ano em substituição à Liga Eleitoral Católica (LEC), com o objetivo de mobilizar o eleitorado católico para apoiar os candidatos comprometidos com os princípios sociais da Igreja, dentre os quais a defesa da propriedade privada e da família, o combate ao divórcio, a crítica aos extremismos de esquerda e de direita. Obteve, contudo, apenas uma suplência, não chegando, entretanto, a exercer o mandato.

Bacharelou-se também em direito, dedicando-se ainda à agricultura e à pecuária.

Casou-se com Carmelita Antunes Miraglia.

Publicou A placenta prévia e o seu tratamento (tese).

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1946-1967); CÂM. DEP. Deputados federais; Inventário; CÂM. DEP. Relação dos dep. eleitos; Estado de S. Paulo (23/9/62); LIGA DE EMANCIPAÇÃO NAC.; SALES, D. Razões; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (2, 3 e 4).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados