QUEIRÓS, Romeu

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: QUEIRÓS, Romeu
Nome Completo: QUEIRÓS, Romeu

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
SILVESTRE, Isaías

QUEIRÓS, Romeu

* dep. fed. MG 1999-2007.

 

Romeu Ferreira de Queirós nasceu em Patrocínio (MG), em 9 de novembro de 1948, filho de Oliveiros Alves de Queirós e Maria Ferreira de Queirós.

Iniciou sua vida profissional como jornalista na Radio Difusora, na cidade de Patrocínio (MG) em 1966. Dois anos depois tornou-se funcionário da Caixa Econômica de Minas Gerais (MinasCaixa). Concluiu em 1981 o curso de Direito na Faculdade de Direito Milton Campos, em Belo Horizonte (MG).

Sua participação na vida política de Minas Gerais começou em 1983 com a filiação ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). No mesmo ano foi nomeado diretor da Carteira Habitacional e da Carteira Bancária da MinasCaixa, cargo que exerceu até 1986.

Em 1986 foi eleito deputado estadual constituinte em Minas Gerais pela legenda do PMDB. No ano de 1990 deixou o PMDB e se filiou ao Partido das Reformas Sociais (PRS), legenda pela qual foi reeleito deputado estadual na eleição que ocorreu no mesmo ano. Nessa legislatura foi presidente da Mesa Diretora da Assembléia Legislativa no biênio 1991/92 e líder de governo na gestão do governador Hélio Garcia, eleito pela legenda do PRS.

Em 1993 o PRS deixou de existir o que levou Romeu Queiroz a se filiar ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Na eleição de 1994 conquistou seu terceiro mandato de deputado estadual pela legenda do PTB. Deixou o PTB em 1995 e se filiou ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). No ano seguinte foi indicado, novamente, líder do governo, agora na gestão do governador Eduardo Azeredo do PSDB. No biênio 1997/98 foi eleito presidente da Mesa Diretoria da Assembléia Legislativa e assumiu o cargo de primeiro secretário da executiva estadual do PSDB mineiro.

Na eleição de 1998 foi eleito deputado federal por Minas Gerais pela legenda do PSDB. Durante o mandato foi vice-líder do PSDB no biênio 1999/2000. Em 2001 deixou o PSDB e voltou a se filiar ao PTB, assumindo a vice-liderança desse partido na Câmara dos Deputados entre 2001 e 2003.

Na eleição de 2002 foi reeleito deputado federal, o mais votado pela legenda do PTB. Nesta legislatura foi presidente das comissões de Ciência e Tecnologia e de Viação e Transporte. Também foi titular da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle. Em 2003 votou a favor da proposta de Reforma da Previdência, que alterava o regime de previdência de servidores públicos e trabalhadores da iniciativa privada e que foi debatida no Congresso no primeiro ano do governo do presidente Luis Inácio Lula da Silva. Neste ano também foi eleito presidente do Diretório Estadual do PTB de Minas Gerais.

No ano de 2005 foi investigado pela Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Correios e apontado como beneficiário do esquema do chamado “mensalão”. O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados depois de analisar o caso decidiu pela cassação de seu mandato por quebra de decoro parlamentar. Em dezembro daquele ano o plenário da Câmara votou pela sua absolvição. Em setembro de 2006 votou, em primeiro turno, no plenário da Câmara, a favor da PEC n. 349/2001 que determinava o fim do voto secreto nas sessões do Congresso Nacional.

Em 2006 foi candidato a um terceiro mandato de deputado federal pela legenda do PTB, mas não conseguiu se eleger. Sem mandato retomou sua vida empresarial nas áreas do agronegócio e do comércio de veículos, além da atuação como advogado e consultor na área jurídica/empresarial. Em outubro de 2009 deixou o PTB e se filiou ao Partido Socialista Brasileiro (PSB).

Foi membro do Conselho Deliberativo da Fundação de Seguridade Social de Minas Gerais (Previminas).

Augusto Gomes

Fontes consultadas:

Site da Câmara dos Deputados <www.camara.gov.br>, acesso em 1/12/2009.

Site da Assembléia Legislativa de Minas Gerais <www.almg.gov.br>, acesso em 1/12/2009.

Site do Tribunal Regional Eleitora de Minas Gerais <www.tre-mg.jus.br>, acesso em 1/12/2009.

Site do Partido Trabalhista Brasileiro <www.ptb.org.br>, acesso em 1/12/2009.

Folha de S. Paulo, 6/8/2003, 16/12/2005 e 5/9/2006. Disponível em <www.folha.com.br>, acesso em 2/11/2009.

O Tempo, 22/9/2009 e 19/10/2009. Disponível em <www.otempo.com.br>, acesso em 2/11/2009.

Veja, 7/9/2005, 23/8/2006 e 15/8/2007. Disponível em <http://veja.abril.com.br/acervodigital/>, acesso em 1/12/2009.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados