RANZOLIN, Ivan

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: RANZOLIN, Ivan
Nome Completo: RANZOLIN, Ivan

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
RANZOLIN, Ivan

RANZOLIN, Ivan

* dep. fed. SC 2003-2007.

 

Ivan Cesar Ranzolin nasceu em Lages (SC) no dia 18 de junho de 1939, filho de Armindo Ranzolin e de Edite Carletti Ranzolin.

Formou-se em direito em 1967, em Curitiba.

Durante a graduação, entre 1965 e 1966 foi presidente do Conselho Municipal de Esportes de Lages, cargo que voltaria a ocupar entre 1971 e 1972. Após a formatura, atuou como assessor jurídico da Câmara Municipal de Lages, função que exerceu até 1978.

Filiado à Aliança Renovadora Nacional (Arena), partido de sustentação do regime militar, em 1978 foi eleito deputado estadual. Com o fim do bipartidarismo e a conseqüente reformulação partidária em novembro de 1979, filiou-se ao Partido Democrático Social (PDS), em que a maioria dos membros era da Arena. Entre 1980 e 1982, participou do diretório municipal e do diretório regional da agremiação. Em 1982 foi reeleito. Em 1985, licenciou-se do mandato e assumiu a Secretaria do Desenvolvimento Social de Florianópolis, cargo em que permaneceu até 1986. Reeleito em 1986 na legenda do PDS, foi deputado estadual constituinte.

Deixou o PDS em 1990 e filiou-se ao Partido da Reconstrução Nacional (PRN), tendo sido novamente reeleito deputado estadual. Deixou o PRN em 1993 e ingressou no Partido Progressista Renovador (PPR), em outubro seguinte obteve mais uma reeleição e, ainda em 1994, tornou-se membro do diretório regional em Florianópolis. Em 1995, filiou-se ao Partido Progressista Brasileiro (PPB) – resultado da fusão do PPR com o Partido Popular (PP). Presidiu o diretório Micro Regional do partido no município de Lages (1996-2002). Na eleição de outubro de 1998, foi pela sexta vez eleito deputado estadual. Durante seus mandatos, ocupou a presidência e a vice-presidência da Casa.

Em outubro de 2002, foi eleito deputado federal por Santa Catarina na legenda do PPB. Tomou posse em fevereiro seguinte e foi escolhido vice-líder do PPB. Em 2005, filiou-se ao Partido da Frente Liberal (PFL). Participou como titular da Comissão Permanente de Relações Exteriores e de Defesa Nacional; da Constituição e Justiça e de Cidadania; de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado.

Nas reformas constitucionais propostas pelo presidente Luís Inácio Lula da Silva em 2003, votou contra a emenda da previdência e a favor da emenda de reforma tributária.

No pleito de outubro de 2006, disputou a reeleição e obteve uma suplência. Deixou a Câmara dos Deputados em janeiro seguinte, ao final da legislatura.

 

 

FONTES: http://www2.camara.gov.br/deputados/index.html/loadFrame.html acesso em 30/9/09; http://www.tse.gov.br/internet/eleicoes/2006/result_blank.htm acesso em 30/9/09.

http://www.diap.org.br/ acesso em 30/9/09.

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados