RATINHO JUNIOR

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: RATINHO JUNIOR
Nome Completo: RATINHO JUNIOR

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
JUNIOR, Ratinho

RATINHO JUNIOR

* dep. fed. PR 2007-2011, 2011-2015

 

                Carlos Roberto Massa Junior nasceu em Jandaia do Sul (PR) no dia 19 de abril de 1981, filho de Carlos Roberto Massa e de Solange Martinez Massa. Seu pai, também conhecido como Ratinho, foi apresentador de um programa de televisão de grande audiência no Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) chamado Programa do Ratinho, e também proprietário do Grupo Massa, conglomerado empresarial atuante em vários setores econômicos, e deputado federal pelo Paraná entre 1991 e 1995.

                Ingressou em marketing e propaganda na Faculdade Internacional de Curitiba (Facinter), e antes de formar-se exerceu atividades profissionais em diversas emissoras de rádio e TV no Paraná, apresentando dentre outros o programa Microfone Aberto, na Rádio Massa FM, pertencente ao conglomerado empresarial dirigido por seu pai. Também cuidou da administração de cinco empresas pertencentes à sua família dentre elas duas emissoras de rádio, a Estação FM, em Curitiba, e a Eldorado AM 1120, em São José dos Pinhais, exercendo ainda a função de diretor do Grupo Massa.

                Iniciou sua trajetória política aos 21 anos de idade, candidatando-se a deputado estadual na legenda do Partido Socialista Brasileiro (PSB) em outubro de 2002. Na campanha teve o apoio das empresas de seu pai, foi eleito o deputado estadual mais votado do partido no Paraná. Assumiu o mandato em fevereiro do ano seguinte e foi vice-presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Copel. Em 2001 foi eleito segundo-vice-presidente do diretório estadual do PSB exercendo o cargo até julho de 2003 quando deixou o partido transferindo-se para o Partido Popular Socialista (PPS) do qual se tornou vice-líder também a partir de 2004. Nesse último ano concluiu a sua graduação.

No pleito de outubro de 2006 disputou uma vaga de deputado federal pelo Paraná na legenda do PPS. Obteve a segunda maior votação no estado com 205.286 votos. Logo após as eleições filiou-se ao Partido Social Cristão (PSC), tendo sido empossado em fevereiro de 2007. No ano seguinte, tornou-se presidente do diretório estadual do PDC e passou a ocupar a vice-presidência da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática.

Nas prévias eleitorais de 2008, chegou a ser cogitado para constar como vice-prefeito na chapa da candidata petista, o que acabou não ocorrendo. Em outubro, apoiou para a prefeitura de Curitiba a candidata do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann, que foi derrotada por Beto Richa no primeiro turno das eleições por ampla margem de votos.

Na Câmara dos Deputados, foi um dos signatários da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) visando a apurar irregularidades na transferência de recursos do governo federal para o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Assinou ainda a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que regulamentava a possibilidade de um terceiro mandato para chefes do Executivo, inclusive o presidente da República, e foi a favor da redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais. Atuou também como titular na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) de 2007 a 2010, tendo sido 1º vice-presidente no período de 2008 a 2009.

Reeleito deputado federal do Paraná tomou posse em 1 de fevereiro de 2011, ano em que concluiu a pós-graduação em Direito do Estado pela Pontifícia Universidade Católica de Brasília (UCB). Na Câmara, foi titular da CCTCI (2011- 2012 e 2014).

A partir de agosto de 2012 Ratinho Jr. licenciou-se do mandato, para concorrer à prefeitura de Curitiba ainda pelo PSC, com a coligação "Curitiba Criativa" (PSC, Partido Comunista do Brasil - PCdoB, Partido da República - PR e Partido Trabalhista do Brasil - PTdoB). Apesar de ser da base aliada da presidente Dilma Rousseff, não recebeu seu apoio. O primeiro turno aconteceu em 7 de outubro, sendo os três principais candidatos: Ratinho Júnior, o ex-deputado federal Gustavo Fruet (Partido Democrático Trabalhista – PDT) e Luciano Ducci (Partido dos Trabalhadores – PT). Como nenhum dos candidatos atingiu a maioria dos votos, os dois mais votados, Ratinho Junior (34,09%) e Gustavo Fruet (27,22%) foram para o segundo turno, realizado em 28 de outubro. Por fim, Gustavo Fruet foi eleito com 61% dos votos, Ratinho Jr. obteve 39%. Após a derrota, reassumiu seu mandato na Câmara dos Deputados.

Em 2013 licenciou-se novamente da Câmara para assumir o cargo de Secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano do Estado do Paraná, a partir de 7 de fevereiro de 2013, na gestão Beto Richa (Partido da Social Democracia Brasileira - PSDB), cargo que ocupou até 6 de abril de 2014. Renunciou ao posto para concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa do Paraná nas eleições de 2014, sendo eleito então com mais de 300 mil votos. Retornou ao cargo de secretário de Desenvolvimento Urbano, em janeiro de 2015, no segundo mandato do governador Beto Richa.

Publicou Subsídios sobre o desarmamento (2005), coletânea por ele coordenada para a Assembleia Legislativa do Estado do Paraná (5 v.).

Casou-se com Luciana Saito de Azevedo Massa, com quem teve duas filhas.

 

FONTES: Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em: <http://www2.camara.gov.br>. Acesso em 12/11/2009 e 08/08/2015; Portal Congresso Aberto. Disponível em: <http://www.congressoaberto.com.br>. Acesso em14/11/2009; Portal Congresso em Foco. Disponível em: <http://congressoemfoco.ig.com.br>. Acesso em 12/11/2009; Portal G1 de Notícias. Disponível em: <http://g1.globo.com/index.html>. Acesso em 08/08/2015; Portal Jornal O Globo. Disponível em: <http://oglobo.globo.com>. Acesso em 29/10/2012; Portal pessoal de Ratinho Junior. Disponível em: <http://www.ratinhojunior.com.br>. Acesso em 14/11/2009; Portal Paraná Online. Disponível em: <http://www.parana-online.com.br>. Acesso em 22/11/2009; Portal do Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: <http://www.tse.gov.br>. Acesso em 12/11/2009; Portal Vigilantes da Democracia. Disponível em: <http://www.vigilantesdademocracia.com.br>. Acesso em 14/11/2009.

 

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados