RODRIGUES, CESAR AUGUSTO PARGA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: RODRIGUES, César Augusto Parga
Nome Completo: RODRIGUES, CESAR AUGUSTO PARGA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
RODRIGUES, CÉSAR AUGUSTO PARGA

RODRIGUES, César Augusto Parga

*militar; comte. 2ª RM 1937.

 

César Augusto Parga Rodrigues nasceu no Maranhão no dia 1º de dezembro de 1871, filho de Antônio Fábio de Lemos Rodrigues.

Sentou praça em março de 1890 ao ingressar na Escola Militar da Praia Vermelha, no Rio de Janeiro, então Distrito Federal. Promovido a segundo-tenente em novembro de 1894, lecionou esgrima na Escola Militar de maio a setembro de 1899, servindo no 2º Regimento de Artilharia a Cavalo, também no Rio, deste último mês a julho de 1901.

Ainda em julho ingressou na Escola Preparatória do Realengo, na mesma cidade, como mestre de esgrima, exercendo essa função até março de 1906, quando se tornou instrutor da Escola de Artilharia e Engenharia. Promovido a primeiro-tenente em agosto de 1908, de junho de 1910 a março de 1912 estagiou no Exército alemão e, nesse ínterim, foi promovido em novembro de 1911 a capitão. Em janeiro de 1913 reassumiu a função de instrutor na Escola de Artilharia e Engenharia, deixando-a em maio seguinte para se tornar instrutor da Escola Militar, onde permaneceu até janeiro de 1918.

Serviu no 6º Regimento de Artilharia Montada (6º RAM), na capital federal, de janeiro a julho de 1919, quando foi promovido a major. De abril de 1920 a agosto de 1923 atuou junto a 1º RAM, sendo nesse período promovido em janeiro de 1922 a tenente-coronel. De agosto de 1923 a fevereiro de 1926 comandou o 5º Grupo de Artilharia Montada, em Valença (RJ). Entrementes, participou das operações de repressão ao movimento tenentista deflagrado em 5 de julho de 1924 em São Paulo.

Promovido a coronel em janeiro de 1926, comandou de abril seguinte a maio de 1931 o setor leste da capital federal. Ainda nesse mês atingiu o posto de general-de-brigada, tornando-se então comandante da 1ª Divisão de Artilharia a Cavalo (1ª DAC), ainda no Rio de Janeiro. De julho de 1932 a agosto do ano seguinte ocupou o cargo de diretor do Arsenal de Guerra do Rio de Janeiro e, deste último mês a agosto de 1934, exerceu o comando da 1ª Brigada de Artilharia, na mesma cidade, sendo então promovido a general-de-divisão.

Comandante da 3ª Região Militar (3ª RM), sediada em Porto Alegre, de agosto de 1934 a agosto de 1936, comandou também a 2ª RM e a 2ª Divisão de Infantaria (2ª DI), ambas em São Paulo, a partir de junho de 1937. Nessa condição, foi encarregado de executar na capital paulista o estado de guerra decretado em 1º de outubro desse ano, que antecedeu a implantação, no mês seguinte, do regime do Estado Novo. Em dezembro de 1937 foi transferido para a reserva por haver atingido a idade-limite no serviço ativo.

Presidente do Clube Militar entre 1937 e 1939, construiu o edifício-sede da entidade durante sua gestão. Em janeiro do ano seguinte, ao alcançar a idade-limite para a permanência na reserva, foi reformado.

Ao longo de sua carreira militar cursou ainda a Escola de Estado-Maior do Exército.

Faleceu no Rio de Janeiro no dia 2 de agosto de 1963.

 

 

FONTES: ARQ. GETÚLIO VARGAS; ARQ. MIN. EXÉRC.; ENTREV. GUEDES, P.; LAGO, L. Generais; MACEDO, R. Efemérides; MIN. GUERRA. Almanaque (1934); PEIXOTO, A. Getúlio.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados