VIEIRA, Mauro

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: VIEIRA, Mauro
Nome Completo: VIEIRA, Mauro

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
FRAGOSO, JOÃO CARLOS

VIEIRA, Mauro

*diplomata; emb. Bras. Argentina 2004-2009; emb. Bras. EUA 2010-

 

Mauro Luís Iecker Vieira nasceu em Niterói (RJ) no dia 15 de fevereiro de 1951, filho de Mauro Vieira e de Noêmia Iecker Vieira.

Bacharel em direito pela Universidade Federal Fluminense, fez o curso de preparação à carreira de diplomata do Instituto Rio Branco em 1973-1974. Em novembro desse último ano foi nomeado terceiro-secretário e designado assistente do Departamento Econômico do Ministério das Relações Exteriores. Em 1975 foi nomeado assistente da Divisão de Política Financeira e de Desenvolvimento, e em 1978 foi removido para a embaixada em Washington. Em junho desse ano foi promovido a segundo-secretário, e em dezembro de 1980, a primeiro-secretário.

No período seguinte, serviu na delegação brasileira junto à Associação Latino-Americana de Integração (ALADI), em Montevidéu (1982), foi assessor na Secretaria-Geral do Itamaraty (1985), secretário do Ministério da Ciência e Tecnologia, na Secretaria de Modernização Administrativa (1985), secretário-geral adjunto do Ministério da Ciência e Tecnologia (1986), secretário nacional do Ministério da Previdência e Assistência Social e da Secretaria Nacional de Administração do INPS (1987). Promovido a conselheiro em junho de 1987, no ano seguinte chefiou a delegação do Ministério da Previdência e Assistência Social e da Secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro nas negociações com o governo de Cuba para a execução do projeto de ensaio clínico com a substância “melagenina”, para o tratamento do vitiligo, em Havana.

Subchefe do Departamento Cultural em 1989 e conselheiro na embaixada do Brasil no México em 1990, em 1992 fez o curso de altos estudos do Instituto Rio Branco e escreveu o trabalho Livre comércio: um bloco norte-americano? A perspectiva do México. Nesse mesmo ano, foi nomeado chefe de gabinete na Secretaria-Geral de Política Exterior. Em junho de 1993 foi promovido a ministro de segunda classe e assumiu o posto de introdutor diplomático no gabinete do ministro de Estado.

Em 1995 foi designado ministro-conselheiro na embaixada brasileira em Paris e aí permaneceu até 1999, quando voltou ao Brasil como chefe de gabinete da Secretaria-Geral. Em dezembro desse ano foi promovido a ministro de primeira classe. Em 2003, assumiu a chefia do gabinete do ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, e em 2004 foi nomeado embaixador do Brasil em Buenos Aires. Em 12 de novembro de 2009 teve aprovada pelo Senado sua indicação para o posto de embaixador em Washington.

 

FONTE: MIN. REL. EXT. Anuário (2008). http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u651497.shtml, acesso em 16/2/2010.

 

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados