ZANOTTI, EXPEDITO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: ZANOTTI, Expedito
Nome Completo: ZANOTTI, EXPEDITO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
ZANOTTI, EXPEDITO

ZANOTTI, Expedito

*dep. fed. PR 1975-1979.

Expedito Zanotti nasceu em São Roque (SP) no dia 28 de julho de 1930, filho de Sétimo Zanotti e de Umbelina Leonel Zanotti.

Iniciou sua vida pública como prefeito de Faxinal (PR) de 1956 a 1960. Entre 1960 e 1964 foi vereador nessa mesma cidade. Após o movimento político-militar de 31 de março deste último ano, com a extinção dos partidos políticos pelo Ato Institucional nº 2 (27/10/1965) e a posterior instauração do bipartidarismo, filiou-se ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), partido de oposição ao regime militar. De 1969 a 1972 foi novamente vereador, dessa vez na cidade de Apucarana (PR). Em 1973, bacharelou-se em ciências jurídicas e sociais pela Faculdade de Direito de Itajaí (SC).

Em novembro de 1974 elegeu-se à Câmara dos Deputados pelo estado do Paraná, na legenda do MDB, assumindo seu mandato em fevereiro do ano seguinte. Como deputado, foi membro da Comissão de Ciência e Tecnologia e suplente da Comissão de Educação e Cultura. Zanotti conseguiu destaque nacional com sua posição em defesa de “brigas de galo”, tendo apresentado um projeto de lei que permitia este tipo de atividade que havia sido proibida pelo presidente Jânio Quadros desde 1961.

Sempre na legenda do MDB, candidatou-se a deputado federal pelo Paraná em novembro de 1978, alcançando apenas uma suplência. Deixou a Câmara ao final da legislatura, em janeiro do ano seguinte.

Afastado da carreira política, dedicou-se ao exercício da advocacia. Em meados da década de 1980, filiou-se ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), mas não se candidatou a nenhum cargo eletivo por essa legenda. Transferindo-se para o Partido Popular Socialista (PPS) em 1998, no pleito de outubro desse ano disputou uma vaga na Câmara dos Deputados, mas não logrou se eleger. Em 1999, fixou-se em Palmas, capital de Tocantins, onde passou a advogar.

No pleito eleitoral do ano de 2004 Zanotti candidatou-se a prefeito de Faxinal na legenda do Partido Verde (PV), obtendo apenas 89 votos e não conseguindo se eleger.    

Foi casado com Neusa Maria Zanotti, com quem teve três filhos. Viúvo, casou-se com Isaura de Andrade Martins Zanotti, com quem teve mais três filhos.

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1975-1979); INF. BIOG.; NÉRI, S.16; http://www2.camara.gov.br/ (último acesso em 12/12/2009); http://www.tse.gov.br/ (último acesso em 12/12/2009).

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados