Marco Antônio Feliciano

Entrevista

Marco Antônio Feliciano

Entrevista realizada no contexto do projeto “Futebol, Memória e Patrimônio: projeto de constituição de um acervo de entrevistas em História Oral”, desenvolvido entre dezembro de 2010 e dezembro de 2012, em convênio com o Museu do Futebol e com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). O projeto tem como objetivos a constituição de um banco de depoimentos (registrados em áudio e vídeo), além da produção de um DVD a partir do material gravado com jogadores de futebol que participaram da seleção brasileira entre 1954 e 2010. Para ter acesso à transcrição e ao vídeo da entrevista clique aqui.
Forma de Consulta:

Tipo de entrevista: História de vida
Entrevistador(es):
Bernardo Buarque de Hollanda
Clarissa Batalha da Silva Alves
José Carlos Asberg
Data: 22/12/2011
Local(ais):
Rio de Janeiro ; RJ ; Brasil

Duração: 2h5min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Marco Antônio Feliciano
Nascimento: 6/2/1951; Santos; SP; Brasil;

Formação: Ginásio incompleto.
Atividade: Coordenador de escolhinhas de futebol, em projeto patrocinado pela Prefeitura do Rio. Atuou como jogador de futebol pelos clubes: Portuguesa Santista (1968), Fluminense (1969-1976), Vasco (1976-1980), Vasco (1981-1983), Botafogo (1983-1984). Atuou também pela Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1970 e de 1974.

Equipe

Levantamento de dados: Fernando Henrique Neves Herculiani;Theo Di Pierro Ortega;Ludmila Mendonça Lopes Ribeiro;Bernardo Borges Buarque de Hollanda;Daniela Alfonsi;Clarissa Batalha da Silva Alves;Bruno Romano Rodrigues;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Fernando Henrique Neves Herculiani;Theo Di Pierro Ortega;Ludmila Mendonça Lopes Ribeiro;Bernardo Borges Buarque de Hollanda;Daniela Alfonsi;Clarissa Batalha da Silva Alves;Bruno Romano Rodrigues;

Transcrição: Fernanda de Souza Antunes;

Conferência da transcrição: Thomas Dreux Miranda Fernandes ;

Técnico Gravação: Bernardo de Paola Bortolotti Faria;

Temas

Club de Regatas Vasco da Gama;
Clube de Regatas do Flamengo ;
Copa do Mundo;
Ditadura;
Edson Arantes do Nascimento (Pelé);
Esportes;
Estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã);
Família;
Fluminense Football Club;
Formação profissional;
Imprensa;
Infância;
João Saldanha;
Leovegildo Lins Gama Júnior;
Mario Jorge Lobo Zagallo;
Regime militar;
Santos Futebol Clube;
São Paulo;
Sociedade Esportiva Palmeiras ;
Viagens e visitas;

Sumário

Entrevista 22/12/2011

A infância em Santos; a família; lembranças da cidade de Santos; o início da carreira futebolística na Portuguesa Santista; a escolha de torcer para o Palmeiras; a opção por seguir carreira como jogador; a vontade em ir jogar no Rio de Janeiro; questões que o levaram a torcer pelo Vasco da Gama; a ida para o Fluminense; descrições dos torneios disputados durante a sua carreira; as viagens para o exterior com o time; lembranças das Copas de 1958 e 1962; a mudança de posição como meio de campo para lateral-esquerdo; comentários sobre os jogadores que influenciaram sua trajetória no futebol; a convocação para a Copa do Mundo de 1970; a inclusão na lista dos convocados do técnico João Saldanha; a experiência de jogar no estádio do Maracanã; o jogo entre as seleções paulistas e cariocas, em 1969; o jogo do milésimo gol de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé; a importância de Pelé na Seleção brasileira; antecedentes da Copa de 1970; a demissão de João Saldanha e a chegada do técnico Mário Jorge Lobo Zagallo; o apoio da torcida mexicana; o ambiente da Seleção; o esquema tático de Zagallo; a perda da posição de titular para Everaldo Marques da Silva; a entrada no jogo entre Brasil e Peru; a diferença no estilo de jogar em relação a Everaldo; o alto nível técnico dos jogadores da Seleção; o preparamento físico da Seleção; a conciliação entre os treinos e a vida social dos jogadores; a importância simbólica da conquista da Copa de 70; a questão do regime militar; a final da Copa, contra a Itália; a comemoração do título; títulos conquistados pelo Fluminense; a conquista do campeonato carioca de 1971; o título do campeonato brasileiro de 70; lembranças da “máquina tricolor”; a separação entre a carreira profissional e a condição como torcedor; reflexões sobre a derrota na Copa de 1974; análise de Francisco das Chagas Marinho, o Marinho Chagas, lateral-esquerdo do Botafogo e titular da Seleção em 1974; a posição como reserva em 1974; o ambiente da Seleção em 1974; o diferencial do time da Holanda; o apoio da imprensa a Marinho Chagas; comparação entre seu estilo de jogo e o de Marinho Chagas; o retorno ao Brasil após a derrota; a saída do Fluminense; o retorno ao clube após a Copa; a transferência para o Vasco; a escolha como capitão do time; a identificação com o Vasco; a passagem pelo Vasco da Gama; grandes treinadores com quem trabalhou; a relação entre os jogadores e o treinador; a não convocação para a Copa de 1978; jogos contra o Flamengo; o desinteresse em atuar no exterior; o fim da carreira e a Copa de 1982; a ida para o Bangu Atlético Clube; a figura de Castor de Andrade, patrono do time; a escolha por encerrar a carreira; análise do lateral-esquerdo da Copa de 1982, Leovegildo Lins da Gama Júnior, mais conhecido como Júnior; a Seleção brasileira atualmente; trajetória após a aposentadoria; a manutenção do vinculo com o futebol; o prêmio concedido aos jogadores da Copa de 1970; a mudança no estilo dos jogadores de futebol; a relação com o juiz, enquanto jogador; melhores lembranças do futebol; a vida familiar; os novos talentos do futebol; a importância da família para um futebolista; a fábrica de talentos do time do Santos; a relação com a cidade de Santos atualmente; o trabalho em uma escolinha do governo.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados