Mengálvio Pedro Figueiró

Entrevista

Mengálvio Pedro Figueiró

Entrevista realizada no contexto do projeto “Futebol, Memória e Patrimônio: projeto de constituição de um acervo de entrevistas em História Oral”, desenvolvido entre dezembro de 2010 e dezembro de 2012, em convênio com o Museu do Futebol e com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). O projeto tem como objetivos a constituição de um banco de depoimentos (registrados em áudio e vídeo), além da produção de um DVD a partir do material gravado com jogadores de futebol que participaram da seleção brasileira entre 1954 e 2010. Para ter acesso à transcrição e ao vídeo da entrevista clique aqui.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Entrevista em vídeo disponível na Sala de Consulta do CPDOC e trechos no portal.

Tipo de entrevista: História de vida
Entrevistador(es):
Fernando Henrique Neves Herculiani
José Carlos Asberg
Data: 23/9/2011
Local(ais):
São Paulo ; SP ; Brasil

Duração: 1h52min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Mengálvio Pedro Figueiró
Nascimento: 17/12/1939; Laguna; SC; Brasil;

Formação:
Atividade: Jogou nos seguintes clubes: Aimoré (1957-1959), Santos (1960-1967- 1969), Grêmio(1968), Millonarios (1969). Campeão pela Copa do Mundo de 1962. Conquistou vários títulos, os principais foram: Libertadores(1962 e 1963), Mundiais Interclubes(1962 e 1963), Paulistas (1960, 1961, 1962, 1964, 1965 e 1967), Taças Brasil (1961, 1962, 1963, 1964 e 1965), e Torneios Rio-São Paulo (1963, 1964 e 1966).

Equipe

Levantamento de dados: Fernando Henrique Neves Herculiani;Theo Di Pierro Ortega;Marcos Longo Conde;Ludmila Mendonça Lopes Ribeiro;Bernardo Borges Buarque de Hollanda;Daniela Alfonsi;Clarissa Batalha da Silva Alves;Bruno Romano Rodrigues;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Fernando Henrique Neves Herculiani;Theo Di Pierro Ortega;Marcos Longo Conde;Ludmila Mendonça Lopes Ribeiro;Bernardo Borges Buarque de Hollanda;Daniela Alfonsi;Clarissa Batalha da Silva Alves;Bruno Romano Rodrigues;

Transcrição: Soraya de Oliveira Ferreira Rangel;

Conferência da transcrição: Maíra Poleto Mielli;

Técnico Gravação: Marco Dreer Buarque; Bernardo de Paola Bortolotti Faria;

Sumário: Ninna Carneiro;

Temas

Atividade profissional;
Copa do Mundo;
Estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã);
Família;
João Goulart;
Santos Futebol Clube;

Sumário

Entrevista: 23 de setembro 2011

Origens; a infância em Laguna, Santa Catarina; a família; período conturbado após o falecimento do pai; a entrada no exército; transferência para Porto Alegre; atuação na equipe de futebol do quartel; o teste para jogar no clube Aymoré, de São Leopoldo; início no futebol; a relação com o futebol quando era jovem; saída do exército para se dedicar ao futebol; o começo no Aymoré; transferência para o Santos; o vice-campeonato gaúcho conquistado pelo Aymoré; a convocação para a seleção gaúcha; a ida para Santos; chegada na Vila Belmiro; o campeonato panamericano de 1960; o momento politicamente conturbado do Santos; indecisão dos diretores santistas em relação à sua contratação; o acerto do contrato; o início no Santos; os primeiros treinos; o primeiro jogo pelo Santos, no estádio do Maracanã; o apoio recebido por Dalmo Gaspar, lateral do Santos; a grande equipe do Santos na década de 60;a convocação para a Copa do Mundo de 1962; jogo entre Botafogo e Santos pouco antes da convocação; outros grandes jogadores que atuavam na meia direita; a preparação para a Copa de 62; a importância do título de 1958 para o Brasil; a comissão técnica de 62; a figura do doutor Paulo Machado de Carvalho; amistosos antes da Copa; a Copa do Mundo de 1962; o jogo contra a Espanha; a disputa do campeonato Mundial Interclubes entre Santos e Milan em 1963; a partida final da Copa, entre Brasil e Tchecoslováquia; o retorno ao Santos; conversa pessoal com o presidente João Goulart, na chegada ao Brasil; jogos entre Santos e Benfica em 62; confusão numa partida contra o Peñarol; a truculência dos jogadores uruguaios; excursão com a seleção brasileira; afastamento da seleção; excursões com o Santos; rápida passagem pelo Grêmio; o fim da carreira; ida para o futebol colombianos, onde jogou no Millonarios; decisão de encerrar a carreira devido a problemas no joelho; trajetória após a aposentadoria; análise sobre o futebol brasileiro; a diferença no estilo de jogar entre a nova geração do futebol e a antiga; comparação entre a seleção da Copa de 58 e da Copa de 70; a dificuldade de se repetir o sucesso do ataque do Santos da década de 50 e 60; expectativa para a Copa de 2014.



Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados