Otávio Brandão I

Entrevista

Otávio Brandão I

Entrevista realizada no contexto da pesquisa "Trajetória e Desempenho das Elites Políticas Brasileiras", parte integrante do projeto institucional do Programa de História Oral do CPDOC, em vigência desde sua criação, em 1975. Esta entrevista subsidiou a elaboração da tese de doutorado de Dulce Pandolfi, publicada no livro Camaradas e companheiros: memória e história do PCB (Rio de Janeiro, Relume-Dumará; Fundação Roberto Marinho, 1995). Trechos da entrevista foram publicados no livro GETÚLIO: uma história oral. / Valentina da Rocha Lima (Coordenação) ; Dora Rocha...[et al]. Rio de Janeiro: Record, 1986. 321. il. A escolha do entrevistado se justificou porque foi vereador no Distrito Federal (1928-1930 e 1947-1948), eleito pelo Bloco Operário Camponês (BOC).
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.

Tipo de entrevista: História de vida
Entrevistador(es):
Maria Cecília Velasco e Cruz
Renato Terra
Data: 15/1/1977 a 10/2/1977
Local(ais):
Rio de Janeiro ; RJ ; Brasil

Duração: 6h50min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Otávio Brandão Rego
Nascimento: 2/11/1896; Viçosa; AL; Brasil;

Falecimento: 16/3/1980; Rio de Janeiro; RJ; Brasil;

Formação: Farmácia pela Universidade do Recife.
Atividade: Jornalista. Em 1928 foi eleito para o Conselho Municipal (atual Câmara dos Vereadores) da Cidade do Rio de Janeiro pela legenda bloco operário e camponês, criada pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB) que então estava na clandestinidade. Em 1931 exilou-se na União Soviética da qual retornou em 1946. Em 1947 elegeu-se vereador no Rio de Janeiro pelo PCB. Em 1948, porém, foi cassado juntamente com todos os parlamentares do PCB, após o cancelamento do registro do partido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em maio do ano anterior. Em seguida, passou a viver na clandestinidade, assim permanecendo até 1958. Voltou mais uma vez à clandestinidade em 1964, com a implantação do regime militar, só vindo a reaparecer publicamente em 1979.

Equipe

Levantamento de dados: Maria Cecília Velasco e Cruz;Renato Lessa;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Maria Cecília Velasco e Cruz;Renato Lessa;

Conferência da transcrição: Nara Azevedo de Brito;

Copidesque: Elisabete Xavier de Araújo;

Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes;

Sumário: Nara Azevedo de Brito;

Temas

Anarquismo;
Astrogildo Pereira;
Bloco Operário e Camponês (1928-1930);
Coluna Prestes (1925-1927);
Comunismo;
Cooperativismo;
Greves;
Imprensa;
Lima Barreto;
Movimento operário;
Otávio Brandão;
Partido Comunista do Brasil - PCdoB;
República Velha (1889-1930);
Revolução de 1930;
Sindicalismo;
Sindicatos de trabalhadores;

Sumário

1ª Entrevista: Origem familiar; formação escolar e intelectual; jornal A Semana Social; protesto contra a Primeira Guerra Mundial e a prisão; os anarquistas; sindicalismo em Maceió; criação da Socidadade dos Irreverentes e da Congregação Libertadora da Terra e do Homem; setores ativos do operariado; sindicatos amarelos; anarquismo e anarco-sindicalismo; políticos e movimento operário; anarquismo e revolução; Insurreição de Magé (1918); inviabilidade do anarquismo; sindicatos anarquistas; a Coligação Social; Federação Operária; ação política anarquista; caráter individualista do anarquismo; socialistas e positivistas; a imprensa e a questão social; relações com Prestes; o Bloco Operário e Camponês; dificuldades do BOC em São Paulo; Teotônio Sousa Lima; atividade política nas fábricas; aliança com o tenentismo............................................................................................................................ 1 a 37


2ª Entrevista: Contatos com anarquistas; reunião em Buenos Aires e liquidação do BOC (1930); expulsão do Brasil (1931); influência do BOC entre os trabalhadores; I Conferência Comunista do Brasil; difusão do anarquismo no Brasil; José Elias da Silva; desagregação do PC; popularidade dos políticos entre os operários; os amarelos no porto; movimento cooperativista; jornal A Voz do Povo; greve da Leopoldina (1920); deportações de anarquistas por Epitácio Pessoa; Lima Barreto; organização das greves; greve dos gráficos (1929); adesão de Astrojildo ao comunismo; o Partido Comunista e a disciplina partidária; a insurreição de 1935; Coligação Social (1920); Everardo Dias; o grupo Clarté; o Partido Socialista; ligações dos sindicatos com o coronel Bandeira de Melo; luta contra os anarquistas; Astrojildo Pereira; reorganização dos sindicatos; insurreições da Internacional para o movimento no Brasil; atuação de Astrojildo Pereira; criação do PC e propostas de trabalho; I Congresso do PC; perfil dos fundadores do PC; o trotskismo; papel da esposa no movimento operário...................................................................37 a 97


3ª Entrevista: Influência da Internacional na fundação do PC; reorganização dos sindicatos; órgãos do PC; trabalho junto aos camponeses; vereador em 1946; organização interna do PC; interferência da Internacional na linha do partido; atividades nos sindicatos; diferenças entre anarquismo e comunismo; o PC e as leis trabalhistas; proposta de frente cínica entre o PC e os anarquistas; tentativa de ligações com a Coluna Prestes; adesão ao comunismo; II Congresso do Partido; política reformista burguesa nos anos 20; sistema eleitoral na República Velha; criação e atuação do BOC; atuação como vereador; Revolução de 1930; reunião em Buenos Aires; legislação eleitoral................................................... 97 a 139


Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados