Eugenio Emílio Staub

Entrevista

Eugenio Emílio Staub

Entrevista realizada no contexto do projeto “Elites empresariais paulistas” desenvolvido pelo CPDOC entre janeiro de 2007 e dezembro de 2009, visando a constituição de um banco de entrevistas de história oral acerca da construção dos grupos empresariais paulistas. Para ter acesso à transcrição e ao vídeo da entrevista clique aqui.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Entrevista em vídeo disponível na Sala de Consulta do CPDOC e trechos no portal.
Entrevista publicada em livro.
Referência completa: CASTRO, Celso (Org.). “Elites Empresariais Paulistas: Depoimentos à FGV”. São Paulo: Editora FGV, 2011, 296 p.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Américo Oscar Freire
Robert Norman Vivian Cajado Nicol
Data: 5/9/2007
Local(ais):
São Paulo ; SP ; Brasil

Duração: 1h2min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Eugenio Emílio Staub
Nascimento: 1/1/0001; Rio de Janeiro; RJ; Brasil;

Formação: Bacharel em Administração de Empresas pela Escola de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo.
Atividade: Presidente da empresa Gradiente; membro do Conselho do IEDI- Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial; fundador, primeiro presidente e atual membro do Conselho da Eletros (Associação Nacional dos Fabricantes de Produtos Eletro-eletrônicos); membro do Conselho de Empresários da América Latina (CEAl).

Equipe

Levantamento de dados: Américo Oscar Freire;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Américo Oscar Freire;

Transcrição: Katarina Wolter;

Conferência da transcrição: Juliana Marques da Silva;

Técnico Gravação: Paulo Roberto Ribeiro Fontes; Marco Dreer Buarque;

Sumário: Ítalo Rocha Viana;

Temas

Administração;
Administração de empresas;
Assuntos administrativos;
Assuntos familiares;
Assuntos pessoais;
Burguesia industrial;
Eduardo Suplicy;
Elites econômicas;
Fundação Getulio Vargas;
Golpe de 1964;
Governo Luiz Inácio Lula da Silva (2003 - 2010);
Indústria;
Luiz Inácio Lula da Silva;
Movimento estudantil;
Política;
São Paulo;

Sumário

Entrevista: 05.09.2007

As origens familiares do entrevistado; comentários acerca da cultura suíça; a trajetória dos pais; a infância no Rio de Janeiro; a mudança para São Paulo; os estudos no Mackenzie; o início da carreira profissional; a entrada para a Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (EAESP), em janeiro de 1961; lembranças de como conheceu a futura esposa; os professores marcantes; participação e situação da política estudantil; relação com o, então colega e presidente do Centro Acadêmico, Eduardo Suplicy; a prática de formar grupos de estudo; menção ao golpe de 64; os primeiros passos da Gradiente; o cargo de diretor comercial na Staub; a compra da Gradiente; a transferência para a Zona Franca de Manaus; a concorrência e as políticas de importação e produção nacional; o advento da televisão a cores; as alterações na legislação com relação à Zona Franca de Manaus ; as perspectivas para o futuro da indústria; a importância e o desenvolvimento de políticas industriais; o atual governo e suas políticas industrial e tecnológica; relação entre os objetivos das multinacionais e do país; a necessidade de um planejamento estratégico para o Brasil; a aposta no celular como convergência tecnológica; o desenvolvimento da Gradiente; a incorporação das empresas Garrard, Polyvox, Telefunken e Philco; as relações com a Nokia; a criação e a atuação do Instituto Genius; a atuação da Gradiente na área de computação; comentários sobre o governo Lula; as preocupações da elite quanto à esquerda; a aproximação e o apoio à candidatura de Lula; os avanços do governo Lula; a questão da visão estratégica atualmente; as relações entre o Estado e o setor tecnológico.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados