Jacks Rabinovich

Entrevista

Jacks Rabinovich

Entrevista realizada no contexto do projeto “Elites empresariais paulistas” desenvolvido pelo CPDOC entre janeiro de 2007 e dezembro de 2009, visando a constituição de um banco de entrevistas de história oral acerca da construção dos grupos empresariais paulistas. A escolha do entrevistado se justificou por sua trajetória como empresário e por ser um dos fundadores e Conselheiro do Instituto de Estudos para o desenvolvimento Industrial (IEDI). Para ter acesso à transcrição e ao vídeo da entrevista clique aqui.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Entrevista em vídeo disponível na Sala de Consulta do CPDOC e trechos no portal.
Entrevista publicada em livro.
Referência completa: CASTRO, Celso (Org.). “Elites Empresariais Paulistas: Depoimentos à FGV”. São Paulo: Editora FGV, 2011, 296 p.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Américo Oscar Freire
Robert Norman Vivian Cajado Nicol
Data: 23/10/2007
Local(ais):
São Paulo ; SP ; Brasil

Duração: 1h25min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Jacks Rabinovich
Nascimento: 8/9/1929; São Paulo; SP; Brasil;

Formação: Engenharia Civil Pela Universidade Mackenzie em 1952. Especialização em Engenharia Têxtil, no ramo de fiação de fibras têxteis em geral, em 1954, no Lowell Institute, de Massachusets, EUA.
Atividade: Fundador e conselheiro do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (EDI). Foi um dos fundadores do curso de engenharia têxtil na Faculdade de Engenharia Industrial – FEI da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Diretor do Sindicato da Indústria e Fiação Tecelagem do Estado de São Paulo. Em 1976 foi eleito a “personagem têxtil do ano” pelo sindicato da Fiação e Tecelagem do Estado de São Paulo, e pela Associação Têxtil de São Paulo.

Equipe

Levantamento de dados: Américo Oscar Freire;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Américo Oscar Freire;

Transcrição: Katarina Wolter;

Conferência da transcrição: Juliana Marques da Silva;

Técnico Gravação: Paulo Roberto Ribeiro Fontes; Marco Dreer Buarque;

Sumário: Tereza Azambuja;

Temas

Administração de empresas;
Assuntos administrativos;
Assuntos familiares;
Comércio;
Companhia Siderúrgica Nacional;
Cultura brasileira;
Engenharia;
Exportação;
Formação acadêmica;
História de empresas;
Incentivos fiscais;
Indústria;
Mão de obra;
Política industrial;
Privatização;
Região Nordeste;

Sumário

Entrevista: 23.10.2007

Origens; história da família; chegada dos antepassados em São Paulo; trajetória empresarial do pai; escolha pela carreira de engenheiro e a entrada no negócio familiar; o curso de especialização do Technology Institute, nos Estados Unidos; a ampliação da fábrica e a eficiência tecnológica atingidas por seu comando; a ajuda na criação da primeira Escola de Engenharia Têxtil na Faculdade de Engenharia Industrial (FEI) em 1963; a compra da Lanifício Varam que passa a se chamar Vicunha; a experiência empresarial no nordeste: a expansão de Vicunha e da Finobrasa nesta região; a relação de parentesco com a família Steinbruch de seu sócio; a expansão da empresa pelo Nordeste se tornando interestadual; a influência no surgimento do uso de incentivos fiscais; o treinamento de profissionais nordestinos para qualificação de sua mão-de-obra; o trabalho com o ramo da tecelagem no Brasil; transações de compra e venda de fábricas menores; a expansão para o Rio Grande do Norte; o trabalho com fios artificiais e sintéticos e a mudança para fios naturais; o mercado têxtil internacional; vendas mundiais da empresa; a predominância chinesa no cenário internacional; a criatividade, as tendências e a moda; os países produtores de equipamentos de ponta; o mercado têxtil nacional; o Sindicato da Indústria Têxtil de São Paulo (Sinditêxtil) e o governo; a carga tributária excessivamente alta e os incentivos fiscais; exportações têxteis e a compra de ações da Companhia Siderúrgica Nacional (C.S.N.); porcentagem da produção destinada à exportação; a presença do pai na empresa; a diversificação dos investimentos com a entrada para o Conselho da C.S.N. durante as privatizações; o papel como mantenedor da cultura artística brasileira; o hobby da pesca oceânica.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados