Paulo Guilherme Aguiar Cunha

Entrevista

Paulo Guilherme Aguiar Cunha

Entrevista realizada no contexto do projeto “Elites empresariais paulistas” desenvolvido pelo CPDOC entre janeiro de 2007 e dezembro de 2009, visando a constituição de um banco de entrevistas de história oral acerca da construção dos grupos empresariais paulistas. Para ter acesso à transcrição e ao vídeo da entrevista clique aqui.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Entrevista em vídeo disponível na Sala de Consulta do CPDOC e trechos no portal.
Entrevista publicada em livro.
Referência completa: CASTRO, Celso (Org.). “Elites Empresariais Paulistas: Depoimentos à FGV”. São Paulo: Editora FGV, 2011, 296 p.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Robert Norman Vivian Cajado Nicol
Paulo Roberto Ribeiro Fontes
Data: 4/9/2007
Local(ais):
São Paulo ; SP ; Brasil

Duração: 2h17min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Paulo Guilherme Aguiar Cunha
Nascimento: 1/1/0001; -; -; Brasil;

Formação:
Atividade: Administrador do grupo Ultra; ex-gerente geral da Intel do Brasil. Diretor de setor público de educação da Microsoft no país.

Equipe


Transcrição: Katarina Wolter;

Conferência da transcrição: Juliana Marques da Silva;

Técnico Gravação: Paulo Roberto Ribeiro Fontes; Marco Dreer Buarque;

Sumário: Sérgio Pereira de Faria Junior;

Temas

Administração de empresas;
Associações empresariais;
Assuntos familiares;
Crescimento econômico;
Desenvolvimento industrial;
Economia;
Educação;
Empresariado;
Engenharia;
Formação acadêmica;
Formação escolar;
Golpe de 1964;
Governo Ernesto Geisel (1974-1979);
Governo Fernando Collor (1990-1992);
História de empresas;
Indústria;
Indústria petroquímica;
Mão de obra;
Movimento estudantil;
Petrobras;
Petróleo;
Política econômica;
Pontifícia Universidade Católica;
Química;

Sumário

Entrevista: 04.09.2007

Origens familiares; a engenharia como uma vocação familiar; a infância no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro; a influência do avô materno em sua vida; a formação primária e secundária; os anos de estudo na Pontifícia Universidade Católica (PUC); o pouco envolvimento com movimentos estudantis na época do golpe militar; professores marcantes; os anos de trabalho na Petrobras; a troca da bolsa de mestrado em engenharia na Universidade de Houston pelo concurso para a Petrobras; o convite para coordenar o curso de formação da turma seguinte de engenheiros na PUC; as mudanças dentro da empresa; a entrada no grupo Ultra; a criação e o desenvolvimento do mercado de fertilizantes concentrados no Brasil; o desenvolvimento da Ultragaz e da Ultralar; os projetos do grupo; as primeiras frustrações; o projeto Oxiteno; a trajetória dentro do grupo Ultra; a responsabilidade de conceber e desenvolver o projeto de óxido de eteno do grupo Ultra; a entrada da Petrobras como sócia no projeto; o uso do óxido de eteno; o desenvolvimento do projeto e as parcerias; as empresas e a intervenção do Estado; o desenvolvimento da petroquímica no Brasil; a relação entre o governo e os grupos empresariais; a formação da mão-de-obra da Oxiteno; a crise do petróleo; o desenvolvimento de programas de formação de pessoal; os acontecimentos que afetaram o setor petroquímico; outros empreendimentos químicos e petroquímicos do grupo Ultra na época; a reestruturação dentro do grupo Ultra por conta das dificuldades de financiamento e refinanciamento; a carreira empresarial; o crescimento profissional dentro do grupo Ultra; a presidência do grupo Ultra da Abiquim (Associação Brasileira da Indústria Química) e do Instituto Brasileiro de Petróleo; a aquisição de uma expressão pública mais forte; o processo de redemocratização; CACEX (Consultoria e Assessoria em Comercio Exterior) como um aliado para a consolidação da indústria; as mudanças geradas pelo governo Collor; a abertura econômica e o IEDI (Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial); a pouca presença de conflitos trabalhistas no setor petroquímico; a reestruturação e a adaptação do setor petroquímico após a abertura econômica; a criação do IEDI; desenvolvimento industrial e educação; o crescimento econômico e educação como prioridades no Brasil; a questão da educação sempre muito forte na família e, conseqüentemente, no grupo Ultra.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados