Roberto Luís de Lima Guimarães

Entrevista

Roberto Luís de Lima Guimarães

Entrevista realizada no contexto do projeto "História do Inmetro e da metrologia no Brasil", em vigência, entre março de 1996 e janeiro de 1997, em convênio do CPDOC com o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro). Esta entrevista subsidiou a elaboração do livro: "MEDIDA, normalização e qualidade: aspectos da história da metrologia no Brasil" / José Luciano de Mattos Dias. Rio de Janeiro: Ed. Fundação Getulio Vargas, 1998. Uma análise das entrevistas realizadas encontra-se em Sarmento, Carlos Eduardo Barbosa - 1999 - "Ciência, indústria e soberania nacional: as transformações na política tecnológica brasileira na década de 1970 - memória e projeto". História Oral. Revista da Associação Brasileira de História Oral. n. 2, junho de 1999, p.153-66. A escolha do entrevistado se justificou pela chefia da Diretoria de Metrologia Legal (DIMEL/INMETRO). Durante a sessão do dia 21.05.1996 esteve presente Cesar Luís L. M. da Silva, assessor da DIMEL. Entrevista temática acerca dos problemas encontrados no processo de implantação e de operação da rede metrológica brasileira.
Forma de Consulta:
Entrevista em áudio disponível na Sala de Consulta do CPDOC.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
José Luciano de Mattos Dias
Carlos Eduardo Barbosa Sarmento
Data: 21/5/1996 a 31/5/1996
Local(ais):
Rio de Janeiro ; RJ ; Brasil

Duração: 3h20min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Roberto Luis de Lima Guimarães
Nascimento: 1/1/0001; Conceição do Mato Dentro; MG; Brasil;

Formação: Graduado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).
Atividade: Diretor de Metrologia Legal do Inmetro.

Equipe

Levantamento de dados: José Luciano de Mattos Dias;Carlos Eduardo Barbosa Sarmento;
Pesquisa e elaboração do roteiro: José Luciano de Mattos Dias;Carlos Eduardo Barbosa Sarmento;

Transcrição:  ;

Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes;

Sumário: Cristiano Santiago de Sousa;

Temas

Associação Brasileira de Normas Técnicas;
Corrupção e suborno;
Governos militares (1964-1985);
Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial;
Metrologia;

Sumário

1ª Entrevista: 21.05.1996
Fita 1-A: Dados pessoais; formação escolar e acadêmica; lembranças do período da ditadura (1964-1985), enquanto aluno da Universidade Federal de Minas Gerais; os efeitos do período da ditadura sobre a formação acadêmica do entrevistado; breve comentário sobre a família e sobre o envolvimento do pai com a política; avaliação das dificuldades enfrentadas no curso de engenharia mecânica; breve comentário sobre o ingresso da turma no mercado de trabalho; a seleção do entrevistado para a IBM; o primeiro contato com a metrologia; a dificuldade na obtenção de informações sobre a atividade metrológica; a experiência no Instituto de Pesos e Medidas (IPEM) de Minas Gerais: as atribuições do IPEM, as atividades desenvolvidas pelo entrevistado, as deficiências iniciais na aplicação das regulamentações do Instituto Nacional de Pesos e Medidas (INPM) e do INMETRO, a exploração de outras áreas de atuação, o trabalho na parte gerencial; a criação e implementação dos IPEMs; a relação entre o IPEM e o INPM; informações sobre o financiamento da atividade metrológica; a questão do recrutamento de mão-de-obra.
Fita 1-B: A experiência do entrevistado no IPEM: a relação com as administrações estaduais, a estrutura do serviço metrológico no estado, a receptividade ao trabalho do Instituto, as atividades de fiscalização e sua rentabilidade, breve comentário sobre o trabalho educativo de divulgação das atividades, a cobertura das atividades no resto do estado, comentários sobre as novas áreas de atuação, avaliação do resultado do trabalho do Instituto, a demanda de serviços para o Instituto.
Fita 2-A: Comentários sobre a natureza da demanda de serviços para o IPEM; a idéia de setorização dos serviços metrológicos; os relatórios anuais do IPEM; os cargos ocupados pelo entrevistado no Instituto; as mudanças no IPEM após 1983; vantagens do empreendimento de uma política em defesa do consumidor; questões sobre a relação entre o IPEM e o INMETRO; longos comentários sobre a situação dos IPEMs após a legislação de 1973; problemas enfrentados quanto à execução da atividade metrológica no Rio Grande do Sul.
Fita 2-B: Problemas enfrentados quanto à execução da atividade metrológica no Rio Grande do Sul (continuação); a questão da regulamentação de normas e a aproximação dos IPEMs com as indústrias; comentários sobre a Rede Nacional de Metrologia Legal; os limites da relação entre o IPEM e os processos produtivos das indústrias; observações sobre a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT); a questão das atribuições do INMETRO quanto ao processo de regulamentação; discussão sobre as falhas na legislação sobre o sistema metrológico; as implicações dos planos econômicos para o funcionamento das atividades de metrologia; a questão da corrupção na fiscalização metrológica.

2ª Entrevista: 31.05.1996
Fita 3-A: A experiência no IPEM-MG: os recursos humanos, os equipamentos e o processo de verificação; a política da extensão da verificação; comentários sobre a extensão das atividades à área de combustíveis; a trajetória do entrevistado após sua saída do IPEM-MG; comparação entre o IPEM-MG e o IPEM-RJ; aspectos do convênio entre o IPEM-MG e o INMETRO, quanto à questão da administração de fundos; a diversidade organizacional e a unidade administrativa dos órgãos de metrologia legal; comentários sobre as variações nos campos de atuação e na execução da metrologia legal, no Brasil e no exterior; a participação do Brasil na Organização Internacional de Metrologia Legal (OIML); a natureza dos debates na OIML; longos comentários sobre a situação do Brasil quanto à produção de equipamentos.
Fita 3-B: Longos comentários sobre a situação do Brasil quanto à produção de equipamentos (continuação); observações sobre a área de regulamentação técnica e o papel da ABNT; a certificação de qualidade: a criação do Sistema Metrológico Brasileiro (SINMETRO), a evolução do sistema, o papel do Programa Brasileiro de Qualidade (PBQP); o processo de transição entre a regulamentação (1973) e a implantação (1982) do INMETRO; longos comentários sobre o processo de formação dos quadros funcionais do INMETRO.
Fita 4-A: Longos comentários sobre o processo de formação dos quadros funcionais do INMETRO (continuação); comentários sobre o INMETRO: questões sobre os recursos humanos do Instituto, o programa de modernização, o trabalho de aproximação com as procuradorias de defesa do consumidor, o posicionamento do Instituto quanto à questão da reforma do Estado.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados