Villas-Boas Corrêa II

Entrevista

Villas-Boas Corrêa II

Entrevista realizada pelo Núcleo de Memória Política Carioca e Fluminense, criado pelo convênio entre a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) e o CPDOC-FGV, em 1997. O Núcleo se constitui em um centro de produção intelectual e referência documental sobre a história política da cidade e do estado do Rio de Janeiro. Entre outros resultados, ele publica as entrevistas editadas na coleção "Conversando sobre Política". Esta entrevista encontra-se publicada no livro "Crônica política do Rio de Janeiro", coordenado por Marieta de Moraes Ferreira. (Rio de Janeiro, Ed. Fundação Getulio Vargas, 1998.) A escolha do entrevistado se justificou por ser um dos jornalistas da geração dos anos 1950/60 que ainda hoje atua na imprensa escrita e televisiva. E porque foi um dos pioneiros da crônica política na televisão.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Entrevista publicada em livro.
Referência completa: CRÔNICA política do Rio de Janeiro / Coordenadora Marieta de Moraes Ferreira. [Entrevistadores: Marly Silva da Motta, Carlos Eduardo Sarmento e Américo Freire]. Rio de Janeiro: Ed. Fundação Getulio Vargas, 1998. 278p. il.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Américo Oscar Freire
Marieta de Moraes Ferreira
Data: 10/9/1997
Local(ais):
Rio de Janeiro ; RJ ; Brasil

Duração: 2h5min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Luiz Antonio Villas-Bôas Corrêa
Nascimento: 2/12/1923; Rio de Janeiro; RJ; Brasil;

Falecimento: 16/12/2016; Rio de Janeiro; RJ; Brasil;

Formação: Direito pela Faculdade Nacional de Direito, da antiga Universidade do Brasil, em 1947.
Atividade: Jornalista político, colaborador de diversos jornais, foi um dos pioneiros da crônica política na televisão. Iniciou sua atividade jornalística, no jornal "A Notícia". Trabalhou também no "Diário de Notícias", na rádio nacional e em diversas emissoras de televisão, notadamente na rede manchete. Durante 23 anos, trabalhou na sucursal do Rio do jornal O Estado de S. Paulo, inicialmente como chefe da seção política e, mais tarde, como diretor da sucursal. Fundador de O Dia trabalhou nesse jornal até aposentar-se, em 1988. Retornou ao jornal do Brasil, em 1999, como editor de política.

Equipe


Transcrição: Fabiana Dias;

Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes;

Temas

Direito;
Esquerda;
Fusão Rio de Janeiro - Guanabara (1975);
Getulismo;
Imprensa;
Jornalismo;
Política estadual;
Rio de Janeiro (estado);
Transferência da capital (Brasília);
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados