Amado Luiz Cervo

Entrevista

Amado Luiz Cervo

Entrevista realizada no contexto do projeto “Memória das Ciências Sociais no Brasil”, desenvolvido com financiamento do Banco Santander, entre janeiro de 2016 e dezembro de 2020, com o objetivo de constituir um acervo audiovisual de entrevistas com cientistas sociais brasileiros e a posterior disponibilização dos depoimentos gravados na internet.Para ter acesso à transcrição e ao vídeo da entrevista clique aqui.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Entrevista em vídeo disponível na Sala de Consulta do CPDOC e trechos no portal.

Tipo de entrevista: História de vida
Entrevistador(es):
Celso Castro
Data: 27/7/2017
Local(ais):
Brasília ; DF ; Brasil

Duração: 1h30min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Amado Luiz Cervo
Formação: Graduação em História pela Universidade de Strasbourg (1967); mestrado em História pela Universidade de Strasbourg (1968); doutorado em História pela Universidade de Strasbourg (1970).
Atividade: Professor titular do Instituto Rio Branco; professor titular, emérito, do Departamento de História da Universidade de Brasília (UnB).

Equipe

Temas

Agricultura;
América Latina;
Anos 1970;
Ásia;
Atividade acadêmica;
Bolsas de estudo e de pesquisa;
Brasil;
Brasília;
Ciência política;
Colonização;
Diplomacia;
Documentação;
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária;
Ensino superior;
Espanha;
Família;
Formação escolar;
França;
Getúlio Vargas;
História;
Imigração;
Intelectuais;
Itália;
Língua estrangeira;
Magistério;
Marrocos;
Metodologia de pesquisa;
Ministério das Relações Exteriores;
Movimento estudantil;
Obras de referência;
Países desenvolvidos;
Política;
Pós - graduação;
Relações internacionais;
Rússia;
Universidade de Brasília;

Sumário

Entrevista: 27.07.2017

Origens: origens familiares e descendência italiana; imigração para o Brasil no final do século XIX; formação educacional; graduação em filosofia; ida à França; atuação política estudantil no centro acadêmico; aprendizado da língua francesa; bolsas conseguidas durante a graduação; graduação em história e viagens: acompanhamento dos acontecimentos do cenário político no Brasil; graduação em história; campo de estudo de relações internacionais; escolha da tese de doutorado; acervo espanhol e filosofia política sobre a conquista da América; viagens e ida para a Rússia soviética; viagens a Marrocos; retorno ao Brasil em 1970; trabalho na universidade; ida à Brasília e vida docente: ida à Brasília; ingresso como docente na UnB (Universidade de Brasília); construção do corpo de professores; disciplina história diplomática; convite para lecionar no Itamaraty; política externa brasileira como objeto de pesquisa; papel do acadêmico na vida pública; meio acadêmico e relações internacionais: Acervo de arquivos e documentação para a pesquisa em história da política exterior; investigações das fontes e metodologias de trabalhos; conexão com o mundo acadêmico; espaço das relações internacionais em simpósios nacionais de história antes da criação da ABRI (Associação Brasileira de Relações Internacionais); criação do grupo de história das relações internacionais; unidades de história e ciência política nas relações internacionais da UnB; ampliação dos cursos de relações internacionais no Brasil; desenvolvimento do Brasil e produção acadêmica: influências da política brasileira no trabalho acadêmico; Getúlio Vargas e modernização do Brasil; Embrapa e desenvolvimento tecnológico na área agrícola; produção de conhecimento novo nos cursos de relações internacionais; demandas acadêmicas; teoria nas relações internacionais: escola brasileira de relações internacionais e características; teorias das relações internacionais e crítica ao universalismo como modelo tradicional; movimento do BRICS e decadência; choque de teorias sistêmicas; mundo acadêmico das relações internacionais: principais interlocutores intelectuais/acadêmicos internacionais; internacionalização das relações internacionais; abertura do mundo acadêmico brasileiro; poucas conexões com a Ásia; principais interlocutores nacionais; participação na ABRI; publicações acadêmicas: livros importantes para o estudo das Relações Internacionais; América Latina e o mundo desenvolvido; escrita do livro Metodologia Cientifica; publicações da UnB.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados