Oliveira Ferreira da Silveira

Entrevista

Oliveira Ferreira da Silveira

Entrevista realizada no contexto do projeto "História do Movimento Negro no Brasil", desenvolvido pelo CPDOC em convênio com o South-South Exchange Programme for Research on the History of Development (Sephis), sediado na Holanda, a partir de setembro de 2003. A pesquisa tem como objetivo a constituição de um acervo de entrevistas com os principais líderes do movimento negro brasileiro. Em 2004 passou a integrar o projeto "Direitos e cidadania", apoiado pelo Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (Pronex) do Ministério da Ciência e Tecnologia. As entrevistas subsidiaram a elaboração do livro "Histórias do movimento negro no Brasil - depoimentos ao CPDOC." Verena Alberti e Amilcar Araujo Pereira (orgs.). Rio de Janeiro: Pallas; CPDOC-FGV, 2007. A escolha do entrevistado se justificou por ser uma das principais referências do movimento negro no Sul do país e, entre outras coisas, por ser, à época da entrevista, conselheiro da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da presidência da república (Seppir).
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Entrevista em áudio disponível na Sala de Consulta do CPDOC.
Entrevista em vídeo disponível na Sala de Consulta do CPDOC.
Entrevista publicada em livro.
Referência completa: Histórias do movimento negro no Brasil - depoimentos ao CPDOC. Verena Alberti e Amilcar Araujo Pereira (orgs.). Rio de Janeiro: Pallas; CPDOC-FGV, 2007.

Tipo de entrevista: História de vida
Entrevistador(es):
Amilcar Araujo Pereira
Data: 1/12/2006
Local(ais):
Porto Alegre ; RS ; Brasil

Duração: 2h6min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Oliveira Ferreira da Silveira
Nascimento: 16/8/1941; Rosário do Sul ; RS; Brasil;

Falecimento: 1/1/2009; Porto Alegre; RS; Brasil;

Formação: Faculdade de Letras (Português-Francês) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Atividade: Militante do Movimento Negro desde a década de 70; fundador do grupo palmares; fundador do grupo razão negra; fundador da revista Tição; fundador da Associação Negra de Cultura; conselheiro da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir).

Equipe

Levantamento de dados: Amilcar Araujo Pereira;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Amilcar Araujo Pereira;

Transcrição: Amilcar Araujo Pereira;

Técnico Gravação: Marco Dreer Buarque;

Sumário: Fabrício Almeida;

Temas

Anos 1960;
Atividade acadêmica;
Família;
Governo Emílio Médici (1969-1974);
Igreja Católica;
Literatura;
Movimento estudantil;
Movimento negro;
Racismo;
Rio Grande do Sul;

Sumário

Entrevista: 01/12/2006

Disco 1: Origens no interior do Rio Grande do Sul, em Rosário do Sul; a alfabetização da família Silveira e das outras crianças de Rosário do Sul; a questão racial na família de Oliveira; o interesse pelas letras e artes na família; a trajetória de Oliveira da Silveira no ensino médio clássico; a graduação em Letras; a consciência racial do entrevistado ao longo de sua trajetória no interior do Rio Grande do Sul; as experiências nos clubes de brancos e nos clubes de negros; a tradição católica no início da universidade e a posterior adesão às religiões de matriz africana por Oliveira; o despertar racial a partir da leitura de “Reflexões sobre o racismo”, de Jean Paul Sartre; a influência das leituras de poetas negros, como Aimé Cesaire, León Damas e Senghor; os impactos das mobilizações negras internacionais na década de 1960 na trajetória intelectual do entrevistado.

Disco 2: As primeiras mobilizações de Oliveira Silveira em torno da questão negra; as publicações de seus livros de poesia com a temática da negritude; a discussão em torno do dia 13 de maio como uma data de comemoração negra; a estruturação do Grupo Palmares; a militância do Grupo Palmares em tempos do governo Médici; as manifestações do dia 20 de novembro; a divulgação dos projetos do Grupo Palmares através dos jornais; a mobilização de diversas entidades na revisão da história dos negros na educação; a projeção do 20 de novembro como o Dia da Consciência Negra e o surgimento do Movimento Negro Unificado (MNU); a criação de novas instituições negras; as relações entre MNU e Grupo Palmares; a participação no Grupo Tição; periodização das lutas negras no Brasil pelo entrevistado; a atuação no Conselho Nacional da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir); reflexões sobre os avanços conquistados pelo movimento negro no Brasil.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados