Banco de Práticas de Responsabilidade Social e Sustentabilidade no Varejo

Dados do Programa/Projeto 
Prêmio
Status Finalista
Programa/Projeto A MELHOR IDADE PARA QUALQUER IDADE
Prática PROMOÇÃO DA SAÚDE NA TERCEIRA IDADE
Focos de Atuação  - Ação Social
- Educação
- Educação Ambiental
- Esporte
- Inclusão Digital
- Reinserção Social
- Saúde
- Valorização da Diversidade
- Voluntariado
 
Stakeholders  - Comunidade
 

Dados da Instituição  CNPJ: 64.355.910/0001-70
Nome Fantasia: PHARMATIVA
Razão Social: PHARMATIVA LTDA.
Porte/Categoria: Média Empresa
Setor Varejista: Farmácia
Região: Sudeste
Endereço: Av. Pref. Telésforo Cândido de Rezende, 207
Cidade: Conselheiro Lafaiete
Estado: MG (Minas Gerais)
CEP: 36400-000
Site: www.pharmativa.com.br

Dados do Contato/Pessoa Responsável  Nome VANIA GONÇALVES
Cargo Gerente de Marketing
e-mail vania@pharmativa.com.br
Telefone (31) 3769-3104

Descrição  PHARMATIVA
A Melhor Idade para Qualquer Idade

Em 2004, após um brainstorm entre o setor de marketing, farmacêuticos, gerentes e colaboradores internos da Pharmativa, teve início a primeira edição do projeto A Melhor Idade para Qualquer Idade.

As informações compartilhadas naquela reunião sensibilizaram toda a empresa para a realidade silenciosa do idoso, estimulando-a a desenvolver um projeto que levasse a sociedade não só a participar, mas também a refletir e entender que o envelhecimento é inevitável, mas pode ser vivido com qualidade e respeito.

Com base nesse cenário, apresentam-se, a seguir, alguns pontos que impulsionaram a empresa a atuar nesse universo.

Segundo projeção do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) relativa ao ano de 2006, Conselheiro Lafaiete possuía 110 mil habitantes, sendo que 22 mil são idosos. Como a população de habitantes entre 0 a 10 anos não é muito maior do que a população idosa, estima-se que o número de idosos ficará muito maior com o passar dos anos.

Hoje, a cidade dispõe de um número aproximado de 200 médicos com especialidades variadas e de apenas um com especialidade em geriatria.

A realidade do idoso

Em sua maioria, clubes, escolas, bares e restaurantes são planejados, equipados e preparados para receber toda a população, desde que esta não necessite de atenção especial, acomodações ou dieta. Assim, o idoso acaba ficando em desvantagem, uma vez que encontra dificuldades em subir escadas, tem uma digestão mais lenta, a visão comprometida, problemas de surdez e aversão aos barulhos da modernidade.

O idoso está, além disso, muito mais suscetível a enfermidades como câncer, doenças crônicas degenerativas, problemas respiratórios, obesidade mórbida, depressão e tantos outros males típicos da idade avançada.

A relação do idoso com o transporte público urbano

O transporte coletivo, apesar da área reservada a idosos e gestantes – espaço ínfimo, diga-se de passagem –, apresenta várias situações singulares. Por exemplo: durante o embarque, o idoso entra pela porta da frente e o ônibus, ao se pôr em movimento, tira-lhe o equilíbrio. Ao ser lançado para a frente de forma brusca e violenta, involuntariamente prejudicado pela gravidade, o passageiro idoso tem então de se agarrar nas alças dos bancos para não cair.

Vale dizer, aqueles que possuem mais de 60 anos já não precisam fazer o pagamento da passagem, um dos poucos direitos adquiridos com a soma dos anos. Mas há casos em que os ônibus nem sequer param para eles, a menos que estejam acompanhados de um potencial pagante.

Processo de isolamento

A senescência é caracterizada pelo declínio da capacidade funcional do organismo, processo natural que poderá intensificar-se com o isolamento do idoso. Tal isolamento pode se dar de forma bilateral, ou seja, quando ele próprio refugia-se em seu mundo e seus familiares o abandonam, ou, o que é pior, de modo unilateral, quando um dos parceiros se vai, deixando ao outro a herança da viuvez.

Acesso aos medicamentos

Ao procurar uma farmácia, o idoso exige mais atenção, tempo e cuidado do que um jovem. Não tem tanta dificuldade no acesso ao medicamento, mas, seus rendimentos já não são mais os mesmos. O salário é, na maioria das vezes, reduzido a uma aposentadoria que mal dá para custear suas necessidades básicas, que vão desde a alimentação, vestuário, água, luz até os inevitáveis medicamentos.

Ao entrar nesse universo, percebe-se que os anos se revelam pelas marcas dos rostos, pelas manchas nas mãos e pelos fios brancos que inevitavelmente tingem as têmporas. Assim, constatamos o quanto é primordial nossa contribuição, levando alegria, acesso a procedimentos médicos e a conscientização social de que as pessoas acima dos 55 anos têm muito mais a oferecer do que a receber.

Ciente desse quadro, a Pharmativa criou um projeto, que em 2006 estava na sua terceira edição, reunindo vários segmentos da sociedade com o objetivo único de contribuir para a melhoria da qualidade de vida e o reconhecimento social da importância do idoso.

O terceiro ano do Projeto A Melhor Idade para Qualquer Idade

No dia 9 de abril de 2006, uma multidão compareceu ao Colégio Estadual Narciso de Queiros, em Conselheiro Lafaiete, para participar das atividades promovidas pela Pharmativa durante a realização da terceira edição do projeto A Melhor Idade para Qualquer Idade.

Com uma extensa grade de atividades e prestação de serviços, o evento teve sua abertura oficial realizada às 9 horas, contando com a presença de 100 soldados do Exército, que entoaram o Hino Nacional e a Canção do Exército. Essa atividade teve o intuito de alimentar o civismo tão inerente à personalidade dos idosos.

A caminhada “Alegria e Saúde”

Parte da programação do projeto, a caminhada Alegria é Saúde teve início após exercícios de alongamento coordenados por uma professora de educação física e sua equipe. Os mais de 450 inscritos percorreram os cinco quilômetros de um trajeto previamente divulgado, embalados pela música contagiante de um carro de som e escoltados pelos batedores da Polícia Militar, pela Guarda Municipal e pelos motoqueiros da Pharmativa.

Os “atletas” foram aos poucos, com muita alegria e disposição, rompendo um trajeto marcado por sorteio de brindes, paradas para lanche e confraternização. Um carro-pipa, um microônibus de apoio e uma ambulância cedida pela secretaria municipal de Saúde acompanharam todo o trajeto. Ao final de uma hora e quarenta minutos de caminhada, os “atletas” chegaram ao ponto de partida e foram participar das muitas atividades preparadas para aquele dia.

Com a caminhada Alegria é Saúde, a Pharmativa conseguiu mostrar que, além de extremamente saudável, esse exercício não precisa ser encarado como uma obrigação. A descontração, o ritmo imprimido e a boa companhia são elementos que transformam qualquer distância em algo prazeroso.

A caminhada também foi marcada pelo cuidado especial que a equipe Pharmativa teve com seus participantes, providenciando farta distribuição de água mineral e lanches à base de frutas como banana, laranja e maçã, alimentos ricos em vitaminas, frutose e potássio – tudo no intuito de prevenir a formação de câimbras –, além de filtro solar para os idosos, que têm a pele mais sensível e, portanto, mais suscetível à formação de melanoma.

As inscrições foram feitas com antecedência, mediante a doação de 1 quilo de alimento não-perecível destinado a entidades assistenciais da cidade. No ato da inscrição, os “atletas” ganhavam um kit, composto por uma bolsa, camisa e filtro solar.

A Cãominhada

Seguindo o roteiro programado, após a caminhada Alegria é Saúde realizou-se a Cãominhada, que chamou a atenção não apenas pelo nome inusitado, mas também pela enorme variedade de raças caninas presente no evento. Também embalados por um carro de som e acompanhados de perto por policiais militares, os cães saíram juntamente com seus donos, para um percurso pequeno, mas bem animado.

Grandes, gordinhos, magrinhos, peludos ou quase sem pêlo, os cães foram uma atração à parte. Médicos veterinários voluntários realizaram aplicações de vermífugos, corte de unhas, limpeza de ouvidos e distribuição de ração, ao longo do dia. Durante o evento, a ONG Animais de Rua, por intermédio de seus voluntários, promoveu a Feira de Adoção, cujo objetivo era impedir o abandono de animais nas ruas da cidade.

Não esquecendo o fato de que muitas vezes um bichinho de estimação é a companhia que um idoso possui, a Cãominhada serviu também para conscientizar a todos da importância de se cuidar bem dos animaizinhos, evitando que sejam transmissores de zoonoses como larva migrans, dipilidiose, toxoplasmose, leptospirose, entre outras.

Visão geral do projeto

Além da caminhada Alegria e Saúde e da Cãominhada, a terceira edição do projeto A Melhor Idade para Qualquer Idade teve um grande número de atividades, proporcionando informações e serviços gratuitos reunidos em um só lugar. Cerca de16 estandes foram montados, possibilitando aos idosos e à comunidade os seguintes serviços: teste de glicemia, sendo que os casos de alterações pertinentes eram direcionados ao clínico de plantão presente; aferição de pressão, com a entrega do cartão de controle e acompanhamento; exames de acuidade visual; tipagem sangüínea; consultas médicas; testes de memória; exames de colesterol; medição do índice de massa corpórea; corte de cabelo; limpeza de pele; massagens; manicure; diagnóstico capilar; maquiagem; ginástica etc.

Esses são cuidados muitas vezes relegados a um segundo plano, pois demandam tempo, dinheiro e a necessidade de submeter-se a enormes filas para a marcação de exames.

Os exames de tipagem sangüínea, direcionados aos jovens, foram oferecidos para beneficiar indiretamente a parcela de idosos da comunidade, uma vez que, havendo necessidade de transfusão, e estando eles de posse de sua carteirinha com o tipo sangüíneo, estariam prolongando o caminho entre a vida e a morte.

Troque sua arma por um brinquedo!

Um dos pontos que chamaram a atenção na terceira edição dessa grande ação foi a realização da campanha de desarmamento infantil, em que as crianças tiveram a oportunidade de trocar sua arma de brinquedo por um mascote. O processo de distribuição e troca ficou a cargo das empresas Agrotec Geral, que realizou a distribuição de pintinhos, e Central Shop dos Animais, responsável pela troca por peixinhos. Foram recolhidas mais de 200 armas de brinquedo, em uma medida que procurava conscientizar crianças e pais de que qualquer tipo de arma, até mesmo uma simples espada de brinquedo, uma espingarda de chumbinho ou um revólver de espoleta, pode causar acidentes domésticos envolvendo não apenas crianças, mas também idosos.

As crianças também puderam participar de várias atividades, como brinquedoteca, pintura facial, cama elástica e piscina de bolinhas, usufruindo ainda de uma farta e gratuita distribuição de algodão-doce e pipoca.

A programação cultural do projeto

As atrações culturais do projeto A Melhor Idade para Qualquer Idade fizeram brilhar os olhos das mais de 8 mil pessoas (estimativa da Polícia Militar) que estiveram presentes no local. As atividades artísticas programadas foram: demonstrações de tai chi chuan, karatê e taekwondo; terapia de grupo, shows musicais; apresentação de dança (do ventre e axé); apresentações do Coral da Terceira Idade Renascer e do Coral das Crianças do Projeto Roda Moinhos; brincadeiras em geral e atividades esportivas.

Durante todo o dia foram sorteados mais de 2 mil brindes, entre eles uma viagem para Porto Seguro, uma bicicleta, um colchão e um aparelho de DVD. Para tornar possível a construção dessa megaestrutura, foram necessários 120 dias de um trabalho que envolveu várias etapas, como organização do evento; contatos com entidades; criação e atribuição de tarefas; confecção de camisetas, bolsas, bonés, outdoors, folders, panfletos, fichas de inscrição, acompanhamentos e kits para caminhada; distribuição de filtros solares; divulgação do evento; processo de inscrições para a Caminhada e Cãominhada; estabelecimento de roteiro e cronograma de atrações; decoração; aquisição de estandes; transporte; além de itens como placas de acesso, credenciais, segurança, carpetes para proteção do ginásio e, indispensavelmente, a busca de parceiros – tudo isso realizado por um contingente de 250 pessoas, as quais trabalharam motivados por um sentimento de doação, alegria e entusiasmo, culminando, assim, com a valorização, o reconhecimento e a gratidão daqueles que hoje representam o nosso futuro.

Na opinião da mídia e dos proprietários da Pharmativa – o empresário André de Faria e a farmacêutica e bioquímica Maria da Consolação –, este já é um projeto consagrado, que agita a cidade de Conselheiro Lafaiete e valoriza o ser humano, tanto na área da saúde quanto nas áreas da educação e do lazer.

A continuidade do projeto

Uma vez que o projeto A Melhor Idade para Qualquer Idade é sempre realizado em um ponto central da cidade, acolhendo, assim, pessoas de diferentes bairros do município, cidades e localidades, é necessário realizar um trabalho de monitoramento, reavaliação e acompanhamento pelo menos dos idosos hipertensos que já tenham sido avaliados e estejam de posse de sua carteirinha de controle da pressão arterial. Para tanto, uma equipe formada por farmacêuticos, estudantes de medicina e voluntários se desloca, uma vez por mês, até um dos mais de 50 bairros da cidade, retomando o trabalho iniciado durante a realização do evento.

Ali são reavaliados os níveis de pressão, realizados encaminhamentos médicos, quando necessário, e feito um trabalho de informação e conscientização quanto à alimentação e à importância das atividades físicas periódicas. Não somente pessoas que já participaram são assistidas, mas também idosos que não tiveram a oportunidade de tomar parte nas atividades do projeto, sejam eles de uma classe menos favorecida ou não. 

Arquivo  Arquivo (.PDF): Clique para ver o texto na íntegra

<< voltar

 
 
Fundação Getulio Vargas
GVcev – Centro de Excelência em Varejo da FGV-EAESP
Programa de Responsabilidade Social e Sustentabilidade no Varejo
rsnovarejo@fgv.brwww.varejosustentavel.com.br

Tel: +55 (11) 3799-3276/3799-3654
Av. 9 de Julho, 2029 – 11º andar - 01313-902 – São Paulo (SP)