AFONSO, MANUEL

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: AFONSO, Manuel
Nome Completo: AFONSO, MANUEL

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

AFONSO, Manuel

*dep. fed. AL 1983-1987.

 

Manuel Afonso de Melo Neto nasceu em Maceió no dia 20 de abril de 1943, filho de José Afonso de Melo e de Josefa Holanda de Melo. Seu tio Arnon de Melo foi governador de Alagoas (1951-1956) e senador pelo mesmo estado (1963-1981). Seu primo, Fernando Collor de Melo, foi deputado federal por Alagoas (1983-1986), governador do estado (1987-1989) e presidente da República (1990-1992); em 2007 iniciou o mandato de senador por Alagoas.

Bacharel em ciências jurídicas e sociais pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Alagoas, em 1962 Manuel Afonso iniciou sua vida pública como oficial legislativo da Assembléia Legislativa do estado. Em novembro de 1972 elegeu-se vereador em Maceió na legenda do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), partido de oposição ao regime militar vigente no país desde 1964. Assumindo uma cadeira na Câmara Municipal no início do ano seguinte, foi eleito presidente da Comissão de Justiça. Em 1974 tornou-se vice-líder do MDB e candidatou-se, no mês de novembro, a uma cadeira na Assembléia Legislativa. Vitorioso, iniciou o mandato de deputado estadual em fevereiro do ano seguinte, quando também se tornou vice-presidente do MDB alagoano. Nessa legislatura, foi terceiro e primeiro-secretário da Assembléia. Reeleito deputado estadual em novembro de 1978, assumiu seu segundo mandato em fevereiro de 1979. Após o fim do bipartidarismo, em novembro desse ano, e a conseqüente reorganização partidária, filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), agremiação que sucedeu ao MDB.

Em novembro de 1982, elegeu-se deputado federal na legenda do PMDB. Empossado em fevereiro de 1983, foi membro da Comissão de Economia, Indústria e Comércio e suplente das comissões de Relações Exteriores e de Agricultura e Política Rural da Câmara dos Deputados. Em 25 de abril de 1984, votou favoravelmente à emenda Dante de Oliveira, que propunha o restabelecimento das eleições diretas para presidente da República em novembro daquele ano. Como a emenda não obteve os votos suficientes para ser encaminhada ao Senado Federal, votou no Colégio Eleitoral, reunido a 15 de janeiro de 1985, no ex-governador de Minas Gerais Tancredo Neves. Eleito com uma expressiva vantagem sobre o candidato governista Paulo Maluf, Tancredo não chegaria, contudo, a ser empossado. Gravemente enfermo, em 15 de março foi substituído na presidência pelo vice José Sarney, que foi efetivado no cargo em 21 de abril, quando o ex-governador mineiro veio a falecer.

Manuel Afonso disputou novo mandato em novembro de 1986, obtendo apenas uma suplência. Deixou com isso a Câmara dos Deputados no final da legislatura, em janeiro do ano seguinte, e passou a dedicar-se às atividades de advogado e empresário na área de distribuição de combustíveis. No pleito de outubro de 2008 disputou o cargo de prefeito de São Miguel dos Milagres (AL) na legenda do Partido Social Cristão (PSC), mas não teve sucesso.

Casou-se com Rosa Maria Leão de Melo, com quem teve dois filhos.

 

FONTES: ASSEMB. NAC. CONST. Repertório (1987-1988); CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1983-1987); Globo (26/4/84 e 16/1/85); INF. BIOG.

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados