AGOSTINHO JOSE RODRIGUES

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: RODRIGUES, Agostinho
Nome Completo: AGOSTINHO JOSE RODRIGUES

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
RODRIGUES, AGOSTINHO

RODRIGUES, Agostinho

*dep. fed. PR 1967-1979.

 

Agostinho José Rodrigues nasceu em Curitiba no dia 21 de março de 1915, filho de Manuel Rodrigues e de Ana Claudina Rodrigues.

Cursou o primário no Grupo Escolar Zacarias e o secundário no Ginásio Paranaense e no Partenon Paranaense, todos em sua cidade natal.

Em 1942 fez o curso de aperfeiçoamento de sargentos e, durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), integrou a Força Expedicionária Brasileira (FEB) como comandante de um pelotão de fuzileiros do 11º Regimento de Infantaria (11º RI). Participou dos combates de Monte Castelo e Montese, bem como da ofensiva final no vale do Pó, e foi promovido a primeiro-tenente por bravura.

Em 1947 organizou a 5ª Companhia de Polícia do Exército, da qual foi comandante até 1950. Nesse ínterim realizou, em 1948, o curso de preparação de oficiais. Em 1950 organizou também a 5ª Companhia do quartel-general da 5ª Região Militar (5ª RM), sediada em Curitiba. Comandou essa companhia até o ano seguinte, quando se tornou diretor da Guarda Civil do Paraná, função que exerceria até 1955.

No pleito de outubro de 1954 elegeu-se suplente de deputado estadual no Paraná na legenda do Partido Republicano (PR), ocupando uma cadeira na Assembléia paranaense na vaga do deputado Paulo Camargo. No pleito de outubro de 1958 elegeu-se deputado estadual em seu estado natal na legenda do Partido Democrata Cristão (PDC), assumindo o mandato em fevereiro do ano seguinte. Na Assembléia Legislativa foi o segundo-secretário da mesa de 1959 a 1960, sendo reeleito em outubro de 1962 na mesma legenda. Escolhido presidente da casa, nessa condição deixou a Assembléia paranaense durante o período de setembro a outubro de 1963 para assumir interinamente o governo do Paraná em substituição ao titular Nei Braga. De volta à Assembléia, exerceu o mandato até 1964.

Com a extinção dos partidos políticos pelo Ato Institucional nº 2 (27/10/1965) e a posterior instauração do bipartidarismo, filiou-se à Aliança Renovadora Nacional (Arena), partido de apoio ao regime militar vigente no país desde abril de 1964, em cuja legenda se elegeu em novembro de 1966 deputado federal pelo Paraná. Empossado em fevereiro do ano seguinte, tornou-se, em fevereiro de 1968, secretário de Segurança Pública do Paraná, licenciando-se da Câmara até agosto de 1969 para exercer essa função junto ao governo de Paulo Pimentel (1966-1971).

Em novembro de 1970 reelegeu-se deputado federal, dessa vez na legenda do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), tendo atuado nessa legislatura como suplente da Comissão de Segurança Nacional da Câmara Federal e vice-presidente da Comissão de Serviço Público. Reeleito em novembro de 1974, tornou a integrar a Comissão de Segurança Nacional e foi suplente da Comissão de Serviço Público. No pleito de novembro de 1978 tentou a reeleição, obtendo apenas uma suplência. Concluiu o mandato em janeiro de 1979, não mais retornando à Câmara.

Sócio da Legião Paranaense do Expedicionário, foi membro honorário da Labre-Liga de Amadores Brasileiros de Rádio.

Faleceu em Curitiba no dia 2 de julho de 1987.

Era casado com Adélia Dalagassa Rodrigues, com quem teve três filhos.

Publicou O Paraná na FEB (1953), Pé de trincheira (1966) e Segundo pelotão, oitava companhia (1968).

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (6, 7 e 8); CORRESP. BIB. PÚBL. PR; INF. Guiomar Rodrigues; NÉRI, S. 16; NICOLAS, M. Cem; Perfil (1972); SOC. BRAS. EXPANSÃO COMERCIAL. Quem; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (3, 4, 6, 8 e 9).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados