ARANTES, JOSE MARIA DE ALBUQUERQUE

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: ARANTES, José Maria de Albuquerque
Nome Completo: ARANTES, JOSE MARIA DE ALBUQUERQUE

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
ARANTES, JOSÉ MARIA DE ALBUQUERQUE

ARANTES, José Maria de Albuquerque

*dir. DASP 1964-1965.

 

José Maria de Albuquerque Arantes nasceu no Rio de Janeiro, então Distrito Federal, no dia 13 de março de 1915, filho de Antônio Noronha Arantes e de Nair de Albuquerque Arantes.

Ingressou na Fundação Getulio Vargas (FGV) em março de 1949, para lecionar nos cursos prático de secretariado e de aperfeiçoamento de secretariado, desempenhando essas funções até fevereiro de 1951. Colaborou com a Escola Brasileira de Administração Pública (EBAP)/FGV em 1954 e 1955, revendo a tradução e originais de obras a serem publicadas pela escola.

Funcionário da Petrobras, em 1962 retornou à FGV na qualidade de requisitado, tendo ocupado, nos anos de 1963 e 1964, o cargo de coordenador-geral da EBAP e do Serviço de Publicações, relativo à tradução, à revisão e à publicação das obras a serem editadas pela FGV, no âmbito de contrato firmado com a USAID e promovido pela EBAP e pela missão de professores da Universidade do Sul da Califórnia. No exercício dessas funções, participou da primeira etapa do planejamento para a constituição da Escola Interamericana de Administração Pública (EIAP).

Afastado temporariamente da FGV, em outubro de 1964 tornou-se diretor-geral do Departamento de Administração do Serviço Público (DASP), substituindo a Wagner Estelita. Permaneceu à frente do órgão até outubro do ano seguinte, quando cedeu o lugar a Luís Vicente Belfort de Ouro Preto. Em 1966, de volta à Fundação Getulio Vargas, foi assessor administrativo da EBAP. Nesse mesmo ano foi designado para trabalhar junto à Organização das Nações Unidas (ONU), representando a Petrobras. Nessa ocasião, cessaram os efeitos da requisição proposta em 1962.

Mais uma vez de volta à FGV, foi assessor da EBAP entre agosto de 1969 e outubro de 1970. Aposentado em outubro de 1971, voltou no mês seguinte a trabalhar na Fundação, exercendo, deste último ano até 1994, diversos cargos, entre os quais o de coordenador do convênio Ministério do Planejamento e Coordenação Geral/EBAP, do convênio com o Ministério da Fazenda e o DASP, e o de coordenador-geral adjunto do convênio do Ministério da Saúde. Foi ainda assessor da Superintendência Geral e assessor da Presidência.

Faleceu na cidade do Rio de Janeiro no dia 10 de março de 1997.

 

FONTES: ARQ. FGV.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados