ARAUJO, RUI

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: ARAÚJO, Rui
Nome Completo: ARAUJO, RUI

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
ARAÚJO, RUI

ARAÚJO, Rui

*dep. fed. AM 1951-1955.

 

Rui Araújo nasceu em Recife no dia 4 de dezembro de 1900, filho do jurista e professor Francisco Pedro de Araújo Filho e de Francelina Barbosa de Araújo.

Transferiu-se com a família em 1904 para o Amazonas, onde estudou no Ginásio Amazonense e na Faculdade de Direito do estado. Enquanto estudante, trabalhou no Departamento de Correios e Telégrafos.

Com a criação, após a Revolução de 1930, da comarca de Santo Antônio (atualmente pertencente ao território de Rondônia), foi nomeado juiz de direito dessa região situada à margem do rio Madeira, que se estendia desde Humaitá (AM) até Guajará-Mirim, então no Mato Grosso, atualmente Roraima. Em 1932 tornou-se consultor jurídico da estrada de ferro Madeira-Mamoré, e voltou para Manaus, onde foi nomeado delegado de polícia pelo interventor federal Álvaro Botelho Maia. Mais tarde, durante a interventoria de Nélson de Melo (1933-1935), exerceu a chefia de polícia no estado do Amazonas.

Em 1935 foi nomeado pelo governo federal promotor do Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Comerciários (IAPC), cargo no qual mais tarde se aposentaria. Empossado, ainda em fevereiro de 1935, o novo governador constitucional, Álvaro Botelho Maia, foi novamente designado chefe de polícia. Com a decretação do Estado Novo em novembro de 1937 e a confirmação de Álvaro Botelho à frente do Executivo amazonense na condição de interventor federal, foi nomeado secretário-geral do estado, condição em que, em diversas oportunidades, exerceu interinamente o governo. Durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), presidiu a Comissão de Abastecimento e Preços e a Comissão Estadual de Defesa Passiva Antiaérea. Com a queda do Estado Novo em outubro de 1945 e a conseqüente mudança do governo estadual, deixou suas funções no secretariado. No pleito de outubro de 1950 elegeu-se deputado federal pelo Amazonas na legenda da Aliança Frente Libertadora, integrada pelo Partido Social Democrático (PSD) e o Partido Democrata Cristão (PDC). Empossado em fevereiro de 1951, exerceu o mandato até janeiro de 1955. Em outubro de 1958 tentou retornar à Câmara dos Deputados, disputando um mandato na legenda da Frente Democrática Popular, integrada pelo PSD, o PDC, o Partido Social Progressista (PSP), o Partido de Representação Popular (PRP) e a União Democrática Nacional (UDN). Obteve porém apenas a primeira suplência, não chegando a exercer o mandato.

Em outubro de 1962, elegeu-se deputado à Assembléia Legislativa do Amazonas na legenda do PSD. Empossado em fevereiro de 1963, exerceu a presidência da Assembléia. Após o movimento político-militar de 31 de março de 1964 e a cassação dos direitos políticos do governador Plínio Ramos Coelho, substituiu em sete oportunidades o novo governador, Artur César Ferreira Reis. Em setembro de 1966 elegeu-se pelo voto da Assembléia Legislativa do Amazonas, vice-governador do estado. Concluiu o mandato de deputado em janeiro de 1967, mês em que foi empossado em seu novo cargo, chegando a substituir o governador Danilo Areosa em várias ocasiões.

Foi promotor de Justiça em diversas comarcas do interior do Amazonas e membro de várias associações filantrópicas.

Faleceu em Manaus no dia 26 de julho de 1969, em pleno exercício do mandato.

Foi casado com Helena Cidade de Araújo, com quem teve três filhos.

Publicou duas obras: Parecer jurídico e Razões finais.

 

FONTES: BITTENCOURT, A. Dic.; CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Relação dos dep.; CISNEIROS, A. Parlamentares; ROQUE, C. Grande; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (2, 3 e 4).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados