ARNOLD FERREIRA DA SILVA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: SILVA, Arnold
Nome Completo: ARNOLD FERREIRA DA SILVA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
SILVA, ARNOLD

SILVA, Arnold

*const. 1934; dep. fed. BA 1935-1937.

 

Arnold Ferreira da Silva nasceu em Feira de Santana (BA) no dia 3 de agosto de 1894, filho de Amâncio Ferreira da Silva e de Vicência de Lima e Silva.

Fez seus primeiros estudos com professores particulares, tornando-se mais tarde redator dos jornais Folha do Norte, Progresso e Propulsor em sua cidade natal. Durante a campanha para as eleições presidenciais de março de 1922, integrou a Reação Republicana, movimento que promoveu, entre 1921 e 1922, a candidatura de Nilo Peçanha em oposição à de Artur Bernardes, que afinal foi eleito.

Eleito diversas vezes vereador em Feira de Santana, foi prefeito dessa cidade de 1924 a 1928, ocasião em que criou a Biblioteca Municipal, depois denominada Arnold Silva, e mandou construir um novo prédio para a Prefeitura, e presidente da sua Câmara Municipal de 1929 a 1930. Proprietário de terras e criador de gado em seu município, além de Baixa Grande e Mundo Novo, após a Revolução de 1930 foi um dos organizadores do Partido Social Democrático (PSD) da Bahia, chegando a ser membro do seu diretório central. Em maio de 1933 elegeu-se deputado à Assembléia Nacional Constituinte pelo seu estado, na legenda do PSD, assumindo o seu mandato em novembro do mesmo ano. Participou dos trabalhos constituintes e, após a promulgação da Constituição, em julho de 1934, teve o mandato estendido até maio de 1935. Eleito deputado federal em outubro de 1934, ainda na legenda do PSD, permaneceu na Câmara Federal até novembro de 1937, quando o advento do Estado Novo determinou o fechamento de todos os órgãos legislativos existentes no país. Em 1945, após o fim do Estado Novo, tornou a candidatar-se a deputado federal pela Bahia, desta vez na legenda da União Democrática Nacional (UDN). Obtendo, nas eleições de dezembro desse ano, apenas a oitava suplência, não chegou a ocupar uma cadeira na Câmara.

Faleceu em Feira de Santana no dia 8 de junho de 1965.

Foi casado com Maria Bereniza Baía e Silva. Contraiu segundas núpcias com Romésia Barros Bahia, com quem teve uma filha.

 

FONTES: ALMEIDA, O. Dicionário; ASSEMB. NAC. CONST. 1934. Anais (1); Boletim Min. Trab. (5/36); CÂM. DEP. Deputados; Câm. Dep. seus componentes; Diário do Congresso Nacional; GODINHO, V. Constituintes; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (1).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados