AUGUSTO OLIVEIRA CARNEIRO DE NOVAIS

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: NOVAIS, Augusto
Nome Completo: AUGUSTO OLIVEIRA CARNEIRO DE NOVAIS

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
NOVAIS, AUGUSTO

NOVAIS, Augusto

*dep. fed. PE 1963-1967 e 1970-1971.

 

Augusto Oliveira Carneiro de Novais nasceu em Escada (PE) no dia 9 de janeiro de 1922, filho de Américo Carneiro de Novais e de Maria de Oliveira Novais.

Fez o curso secundário nos colégios Nóbrega e Padre Félix, ambos em Recife, bacharelando-se pela Faculdade de Direito do Recife em 1944.

Diretor administrativo da Companhia de Eletricidade de Pernambuco (Celpe) elegeu-se deputado à Assembléia Legislativa de seu estado em janeiro de 1947 na legenda da coligação formada pela União Democrata Nacional (UDN), o Partido Democrata Cristão (PDC) e o Partido Libertador (PL). No pleito de novembro de 1950 reelegeu-se deputado estadual na legenda da Coligação Democrática Pernambucana, constituída pela UDN e pelo PL, voltando a eleger-se para o mesmo cargo em outubro de 1954 na legenda da Aliança Social Democrática, formada pelo PL e pelo Partido Social Progressista (PSP). Em outubro de 1958 foi mais uma vez eleito na legenda do Partido Republicano Trabalhista (PRT).

Em outubro de 1962 elegeu-se deputado federal por Pernambuco na legenda da Frente Popular Democrática, coligação formada pela UDN e o Partido Social Democrático (PSD). Deixou a Assembléia pernambucana em janeiro de 1963 e tomou assento na Câmara federal no mês seguinte. Com a extinção dos partidos políticos pelo Ato Institucional nº 2 (27/10/1965) e a posterior instauração do bipartidarismo, filiou-se à Aliança Renovadora Nacional (Arena), da qual foi presidente em Pernambuco.

Reelegeu-se deputado federal em novembro de 1966 na legenda da Arena, mas antes de iniciar o novo mandato assumiu a Secretaria de Governo de Pernambuco na gestão de Nilo Coelho. Sua vaga na Câmara foi ocupada por José Meira. Ocupou esse cargo de fevereiro de 1967 a agosto de 1970, quando tomou assento na Câmara dos Deputados. Em novembro desse ano foi eleito suplente do senador por Pernambuco Wilson Campos na legenda da Arena. Deixou a Câmara em janeiro de 1971 ao terminar seu mandato. Quando da cassação do senador Wilson Campos pelo Ato Institucional nº 5, em julho de 1975, não assumiu sua cadeira.

Foi também secretário-assistente do governo de Pernambuco e presidente do conselho deliberativo do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Pernambuco (IPSEP).

Faleceu no Recife no dia 16 de setembro de 1995.

Era casado com Ivone Oliveira da Silva, com quem teve três filhos.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1967-1971); INF. Cristina Novais; Jornal do Brasil (26/6 e 19/12/75); TRIB. SUP. ELEIT. Dados (1 2, 3, 4, 6, 8 e 9).

 

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados