BENASSI, ANDRE

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: BENASSI, André
Nome Completo: BENASSI, ANDRE

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
BENASSI, André

BENASSI, André

* dep. fed. SP 1991-1992.

 

André Benassi nasceu em Jundiaí (SP) em 14 de junho de 1937, filho de João Benassi e Ângela Costa Benassi.

De 1963 a 1967 cursou a Faculdade de Direito do Sul de Minas, em Pouso Alegre e começou sua pós-graduação em direito administrativo na Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, mas não terminou.

Entrou na carreira política em novembro de 1970, quando se elegeu vereador na legenda do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), partido de oposição ao regime militar instaurado no país em abril de 1964. Foi membro da Comissão de Constituição e Justiça e da Comissão de Finanças. Em novembro de 1972 foi eleito prefeito, ficando no cargo até janeiro de 1977. Em novembro de 1976, ganhou novamente a eleição para vereador e foi vice-presidente da Câmara Municipal de Jundiaí e membro das Comissões de Finanças e de Justiça. Eleito deputado estadual em 1978, entrou para o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), que deu continuidade ao MDB. Presidiu a Comissão de Assuntos Municipais e foi membro da Comissão de Constituição e Justiça até 1981. Em novembro de 1982 ganhou de novo a eleição para prefeito, saindo do cargo em 1989, ano em que ajudou a fundar, em sua cidade, o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

Era advogado do Sindicato dos Ferroviários da Estrada de Ferro Santos-Jundiaí quando concorreu à Câmara dos Deputados em outubro de 1990. Eleito foi membro titular das comissões de Constituição e Justiça e de Redação, e suplente da Comissão de Defesa Nacional. Em 29 de setembro de 1992, votou a favor do impeachment do presidente Fernando Collor, acusado de crime de responsabilidade por ligações com um esquema de corrupção liderado pelo ex-tesoureiro de sua campanha, Paulo César Farias. Afastado da presidência logo após a votação na Câmara, Collor renunciou em 29 de dezembro de 1992, pouco antes da conclusão do processo pelo Senado. Foi efetivado na presidência da República o vice Itamar Franco, que já vinha exercendo o cargo interinamente desde 2 de outubro.

Em outubro de 1992, Benassi candidatou-se novamente à prefeitura, mas, renunciou ao mandato, sendo substituído por José Abrão.

Casou-se com Neide Benassi, com quem teve dois filhos.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1991-1995); Estado de São Paulo (5/10/96); Folha de São Paulo (2/10/96); Perfil parlamentar/Isto É.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados