BRAGA, AMERICO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: BRAGA, Américo
Nome Completo: BRAGA, AMERICO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
BRAGA, AMÉRICO

BRAGA, Américo

*militar; ch. Depto. Ger. Pess. Ex. 1961-1962.

Américo Braga nasceu em 2 de julho de 1896.

Ingressou na carreira militar, sentando praça, em março de 1914, na Escola Militar do Realengo, no Rio de Janeiro, então Distrito Federal. Em fevereiro de 1918 tornou-se aspirante-a-oficial, e no mês seguinte foi promovido a segundo-tenente, transferindo-se em seguida para Juiz de Fora (MG). Em março de 1920 recebeu a promoção de primeiro-tenente, e em dezembro do mesmo ano aquartelou-se em Pindamonhangaba (SP). Entre março de 1922 e fevereiro de 1926 serviu no Distrito Federal, retornando então a Juiz de Fora, onde permaneceu até março de 1927, quando voltou ao Rio de Janeiro. Em agosto de 1928 foi promovido a capitão.

De julho a outubro de 1932 combateu, ao lado das forças legalistas, a Revolução Constitucionalista deflagrada em São Paulo, retornando em seguida ao Distrito Federal. Em setembro de 1936 recebeu a patente de major, passando a servir, em novembro do mesmo ano, na cidade de Três Corações (MG). Entre abril e novembro de 1938 esteve em Campo Grande, então no estado de Mato Grosso e atual capital de Mato Grosso do Sul, transferindo-se a seguir para a capital federal.

Em dezembro de 1940 ascendeu ao posto de tenente-coronel e em julho do ano seguinte foi para Jaguarão (RS). Retornando ao Distrito Federal em setembro de 1942, assumiu o comando do 2º Regimento de Cavalaria Divisionária. Em junho de 1943 foi promovido a coronel, passando a servir, desde agosto desse ano, em Piraçununga (SP). Em maio de 1945 assumiu a chefia do gabinete da Diretoria de Armas, no Distrito Federal, ascendendo a general-de-brigada em março de 1951, quando passou a exercer o cargo de comandante da Brigada Mista. De maio a julho de 1954 serviu em Corumbá (MS), retornando a seguir para o Rio de Janeiro. Transferindo-se em fevereiro de 1956 para Juiz Fora, onde exerceu o comando da 4ª Região Militar, em agosto do mesmo ano recebeu a patente de general-de-divisão e em março de 1960 a de general-de-exército.

Em outubro de 1961 passou a exercer o cargo de chefe do Departamento Geral de Pessoal do Exército, no Rio de Janeiro, sendo promovido a marechal em julho do ano seguinte, quando passou à reserva. Em agosto de 1963 foi nomeado auxiliar-de-gabinete do Ministério da Guerra, em Brasília, mas em setembro teve essa nomeação anulada.

Foi reformado em setembro de 1965, no posto de marechal.

FONTES: ARQ. MIN. EXÉRC.; CORRESP. SECRET. GER. EXÉRC.; MIN. GUERRA. Almanaque (1944).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados