BRITO, LUIS NAVARRO DE

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: BRITO, Luís Navarro de
Nome Completo: BRITO, LUIS NAVARRO DE

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
BRITO, LUÍS NAVARRO DE

BRITO, Luís Navarro de

*ch. Gab. Civ. Pres. Rep. 1966-1967.

 

Luís Navarro de Brito nasceu em São Félix (BA) no dia 21 de março de 1935, filho de Renato Navarro de Brito e de Alderiva Fraga Navarro de Brito.

Bacharel em direito pela Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia (Ufba) em 1957, doutorou-se mais tarde em direito constitucional e ciência política pela Universidade de Paris. Foi chefe de gabinete de Aliomar Baleeiro quando este exerceu o cargo de secretário de Fazenda da Bahia (1959-1960) no governo de Juraci Magalhães (1959-1963). Ocupou as cadeiras de política e história na Faculdade de Filosofia da atual Universidade Federal da Bahia e na de Ciências Sociais da mesma universidade.

Após o movimento político-militar de 31 de março de 1964 que depôs o presidente João Goulart (1961-1964) e a assunção do general Humberto Castelo Branco à presidência da República (15/4/1964), Luís Viana Filho, então chefe do Gabinete Civil, nomeou Navarro de Brito para a subsecretaria dessa pasta. Ocupou essa função até maio de 1966 quando o titular se desincompatibilizou para concorrer por via indireta ao governo baiano, sendo então elevado à condição de ministro-chefe.

Durante sua curta permanência na chefia do Gabinete Civil, de junho de 1966 a março de 1967, participou da crise que eclodiu em outubro de 1966, quando o presidente da Câmara, Adauto Lúcio Cardoso, recusou acatar a cassação dos mandatos de seis deputados federais decretada pelo governo. Segundo Luís Viana Filho em seu livro O governo Castelo Branco (1975), Luís Navarro de Brito seria encarregado, no dia 19 daquele mês, de fazer um levantamento na Câmara sobre a viabilidade de sustar-se a decisão de Adauto Lúcio Cardoso. No dia seguinte, entretanto, o Congresso foi posto em recesso, só voltando a funcionar em novembro.

Após deixar a chefia do Gabinete Civil da Presidência da República, Luís Navarro de Brito foi secretário da Educação e Cultura do estado da Bahia, no governo de Luís Viana Filho (1967-1971). Diretor do Centro de Recursos Humanos da Universidade Federal da Bahia, ao responder a questionário da UNESCO sobre a situação do planejamento educacional na América Latina, criticou, segundo o Jornal do Brasil de 17 de agosto de 1977, o ensino brasileiro, que via como resultado de um planejamento inadequado, prejudicado por interesses políticos, pela repetição de modelos norte-americanos e pela excessiva centralização do governo federal na área da educação.

Com a eleição de Valdir Pires para o governo da Bahia no pleito de novembro de 1986, Luís Navarro de Brito era o nome mais cotado para ocupar a Secretaria de Educação e Cultura do novo governo. Contudo, faleceu a bordo do avião em que viajava de Paris a Nova Iorque no dia 15 de dezembro de 1986, quando se dirigia para uma reunião da Organização dos Estados Americanos (OEA) em Washington, da qual era diretor do Departamento de Educação.

Era casado com Emília Maria Sales Navarro de Brito, com quem teve quatro filhos.

Além de artigos em revistas especializadas, publicou O Gabinete Civil (1967) e População, educação, emprego (em colaboração com Lícia Queirós Flavo, 1980).

 

FONTES: Globo (16/12/86); INF. FAM.; Jornal do Brasil (17/8/77, 16/12/86); LIMA, J. Como; Veja (24/12/86); VIANA FILHO, L. Governo.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados