BRZEZINSKI, IRINEU

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: BRZEZINSKI, Irineu
Nome Completo: BRZEZINSKI, IRINEU

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

BRZEZINSKI, Irineu

*dep. fed. PR 1984-1987.

 

Francisco Irineu Brzezinski nasceu em Malé (PR) no dia 5 de abril de 1937, filho de Roberto Brzezinski e de Tecla M. Brzezinski.

Formado em direito pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), e em filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) em 1962, iniciou a vida profissional ainda no mesmo ano como defensor e promotor público ad hoc da comarca de Campo Mourão (PR). Em 1972, colaborou na fundação da Faculdade de Ciências e Letras de Campo Mourão, da qual seria posteriormente docente.

Em novembro de 1972 foi eleito vereador em Campo Mourão, vindo a tomar posse em janeiro do ano seguinte. Foi presidente da Câmara Municipal entre março de 1975 e janeiro de 1977, mês em que se encerrou a legislatura. Deixando então a Câmara, retornou ao exercício da advocacia. Em 1979, colaborou na fundação do Museu Histórico de Campo Mourão.

Em novembro de 1982, candidatou-se a deputado federal pelo Paraná na legenda do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e obteve uma suplência. Diretor da Prisão Provisória de Curitiba de março de 1983 a agosto de 1984, nesse último mês foi convocado para assumir uma vaga na Câmara dos Deputados no lugar de Olivir Gabardo. No Colégio Eleitoral reunido em 15 de janeiro de 1985 para eleger o presidente da República, votou em Tancredo Neves, candidato da Aliança Democrática — união do PMDB com a dissidência do Partido Democrático Social (PDS), abrigada na Frente Liberal — em oposição ao candidato do regime militar, Paulo Maluf, que foi derrotado. Apesar de eleito, Tancredo Neves não chegou a ser empossado na presidência, vindo a falecer em 21 de abril de 1985. Seu substituto foi o vice José Sarney, que já vinha exercendo interinamente o cargo desde 15 de março. Ainda nessa legislatura, Brzezinski integrou, como membro efetivo, a Comissão de Defesa do Consumidor, e como suplente, as comissões de Cultura, de Educação, de Trabalho e de Legislação Social.

Sem tentar a reeleição em novembro de 1986, deixou a Câmara dos Deputados em janeiro do ano seguinte, no fim da legislatura. Depois disso, voltou a advogar em Campo Mourão e prestou concurso para o Ministério Público do estado do Paraná, atuando nas comarcas de Campo Mourão, Corbélia, Guarapuava, Palmital, Pitanga, Ubiratã, Umuarama e Curitiba. Em 1993, fundou o jornal A Notícia de Fato e organizou o Informativo OAB, publicação da subseção da entidade em Campo Mourão, que passou então a presidir, até 1997. Em 1996 fundou a Associação de Escritores da Cidade de Campo Mourão e em 1998 foi eleito conselheiro estadual da OAB/PR para o peeríodo 1998-2000. Foi ainda fundador da Loja Maçônica de Goioerê (PR).

Em 2002, fez uma especialização em direito na Universidade Estadual de Maringá (UEM). No ano seguinte iniciou o curso de mestrado em direito processual e cidadania na Universidade Paranaense (Unipar), concluído em 2006. Em 2005, filiou-se ao Partido Popular Socialista (PPS). Não se candidatou mais a cargos políticos, dedicando-se à advocacia no interior do estado e à administração de seu escritório em Campo Mourão (PR). Foi também presidente da Academia de Letras de Campo Mourão entre 2004 e 2006.

Viúvo de Hilda Munin Brzezinski, teve três filhos.

Publicou A futura capital (1975), Atividades parlamentares, A troca de casais (1979), A vida numa penitenciária (1996) e A nossa Campo Mourão (2004).

 

FONTE: CURRIC. BIOG.; Globo (16/1/85); INF. FAM; Portal da Câmara dos Deputados  (<www2.camara.gov.br/>. Acesso em: 12 out. 2009; Portal do CNPQ – Currículo Lattes (acesso em: 12/10/2009).

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados