CAMARA, JOAO DA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: CÂMARA, João da
Nome Completo: CAMARA, JOAO DA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
CÂMARA, JOÃO DA

CÂMARA, João da

*dep. fed. MT 1971-1973; dep. fed. MS 1979-1982.

 

João da Câmara nasceu em Dourados (MS), então no estado de Mato Grosso, no dia 16 de abril de 1929, filho de João Cândido da Câmara e de Maria Rosa Antunes Câmara.

Agrimensor, foi vereador à Câmara Municipal de Dourados de 1955 a 1963, e em seguida secretário da prefeitura e prefeito do município (1967-1971). Fundador e presidente da Associação Mato-Grossense de Municípios de 1968 a 1969, participou de diversos encontros e congressos de prefeitos de sua região.

Em novembro de 1970, elegeu-se suplente de deputado federal por Mato Grosso na legenda da Aliança Renovadora Nacional (Arena), partido de apoio ao regime militar instalado no país em abril de 1964, ocupando uma cadeira na Câmara desde o início da legislatura (1/2/1971) até janeiro de 1973, quando renunciou ao mandato para assumir novamente a prefeitura de Dourados. Durante sua permanência na Câmara, foi suplente das comissões de Minas e Energia e de Desenvolvimento da Região Centro-Oeste, e membro efetivo da Comissão de Agricultura e Política Rural.

Novamente eleito suplente de deputado federal, já pelo novo estado de Mato Grosso do Sul mas ainda na legenda da Arena, no pleito de novembro de 1978, assumiu o mandato no início da legislatura, integrando desde então a Comissão de Serviço Público, além de figurar como suplente da Comissão de Interior da Câmara dos Deputados. Com o fim do bipartidarismo e a conseqüente reorganização partidária, em 1979, filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). Exerceu o mandato até 1982.

No pleito municipal de novembro de 1982 disputou, novamente, a prefeitura de Dourados pelo PMDB, mas perdeu as eleições para Luiz Antônio Gonçalves filiado ao Partido Democrático Social (PDS).

Em março de 1983, com a posse do novo governador do estado Wilson Martins (1983-1987), João da Câmara foi empossado na Secretaria de Agricultura, permanecendo no cargo até 1986. Nesse ano, desincompatibilizou-se do cargo para concorrer ao Senado Federal pela coligação PMDB, Partido da Frente Liberal (PFL), Partido Democrático Trabalhista (PDT) e Partido Comunista Brasileiro (PCB). Obteve 119.958 votos, ficando em terceiro lugar geral na coligação. Em 1987, assumiu o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), no qual permaneceu até 1998, quando aposentou-se.

Nas eleições municipais de Dourados, em outubro de  2000, concorreu ao cargo de vice-prefeito na chapa encabeçada pelo ex-deputado estadual Murilo Zauith do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). No entanto, logo no primeiro turno Laerte Tetila, do Partido dos Trabalhadores (PT) venceu a disputa eleitoral.

Em 2007 ainda era filiado ao PMDB e atuava como conselheiro do partido.

Foi casado com Regina Bianchi Câmara, com quem teve quatro filhos.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1971-1975); INF. BIOG.; Perfil (1972 e 1980); TRIB. SUP. ELEIT. Dados (9); Assembléia Legislativa do Mato Grosso do Sul; Conjuntura OnLine (28/11/2006); Diário do Mato Grosso do Sul (01/04/2009); Jornal A Tribuna (10/07/2008); Jornal O Progresso (08/11/2006).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados