CAMARINHA, PAULO ROBERTO COUTINHO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: CAMARINHA, Paulo Roberto Coutinho
Nome Completo: CAMARINHA, PAULO ROBERTO COUTINHO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
CAMARINHA, PAULO ROBERTO COUTINHO

CAMARINHA, Paulo Roberto Coutinho

*militar; ch. EMFA 1987-1988.

Paulo Roberto Coutinho Camarinha nasceu no Rio de Janeiro, então Distrito Federal, no dia 23 de maio de 1923, filho de Artur Amarante Camarinha e de Iara Coutinho Camarinha.

Em 1936 iniciou o curso ginasial no Colégio Militar do Rio de Janeiro, concluindo-o em 1941. No ano seguinte entrou no Colégio Mallett Soares, também no Rio de Janeiro, onde fez o equivalente ao atual segundo grau, formando-se em 1943. Em 1944 ingressou na Escola da Aeronáutica, também no Rio, tornando-se em 1946 aspirante-a-oficial aviador.

Como coronel, em 1968 foi nomeado assessor-chefe da secretaria do Conselho de Segurança Nacional da Presidência da República, função que ocupou até março de 1973. Nesse ano foi nomeado comandante da Base Aérea de Belém, onde permaneceu até o ano seguinte. Em 1975 foi adido da Aeronáutica junto à embaixada do Brasil no Chile.

De volta ao Brasil em março de 1978, foi em seguida promovido a brigadeiro-do-ar e nomeado diretor de Patrimônio da Aeronáutica. Em abril de 1979 foi exonerado desse cargo e nomeado comandante da Escola Preparatória de Cadetes de Barbacena (MG). Ocupou esse comando até 1980. No ano seguinte, já como major-brigadeiro-do-ar, assumiu a chefia do Comando Aerotático, no Rio de Janeiro, onde permaneceu até março de 1985. Nesse mesmo ano ascendeu a tenente-brigadeiro e foi nomeado comandante-geral-do-ar.

Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica de abril de 1986 a setembro de 1987, neste último mês tornou-se chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, entrando no lugar do general-de-exército Paulo Campos Paiva. Entrando em rota de colisão com o presidente José Sarney (1985-1990), acabou sendo exonerado da chefia do EMFA em junho de 1988. Foi substituído no cargo pelo almirante de esquadra Valbert Lisieux Medeiros de Figueiredo. Em setembro seguinte pediu transferência para a reserva remunerada da Aeronáutica. Desde então, deixou de exercer qualquer atividade profissional. Em julho de 2000 residia no Rio de Janeiro.

Casou-se com Moema Peixoto Camarinha, com quem teve dois filhos.

FONTE: INF. BIOG.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados