CICERO DANTAS MARTINS

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: DANTAS, Cícero
Nome Completo: CICERO DANTAS MARTINS

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
DANTAS, Cícero

DANTAS, Cícero

*  gov.  BA 1955; dep. fed.  BA 1963-1971.

 

Cícero Dantas Martins nasceu na Bahia em 29 de janeiro de 1897, filho de João da Costa Pinto Dantas, deputado federal de 1903 a 1905 e de 1935 a 1937, e de Ana Adelaide Ribeiro dos Santos Dantas. Seu avô paterno, Cícero Dantas Martins, foi barão de Gerimoabo e deputado federal de 1869 a 1875 e em 1878. Seu irmão, João da Costa Pinto Dantas Júnior, foi deputado estadual entre 1921 e 1922, constituinte em 1946, secretário da fazenda no governo de Otávio Mangabeira (1947-50) e deputado federal de 1950 a 1959.

Formou-se pela Faculdade de Medicina da Universidade da Bahia em 1919, ingressando depois na vida política e elegendo-se deputado à Assembléia Legislativa baiana, na qual per­maneceu de 1923 a 1930, quando a vitória do movimento revolucionário de outubro suspen­deu o funcionamento das câmaras legislativas do país. Dedicou-se então às suas propriedades fundiárias em Mata de São João, na Bahia e demais regiões do nordeste, trabalhando por um curto período como presidente delegado da comissão de salário mínimo do Ministério do Trabalho.

Após o fim do Estado Novo em 1945, voltou à política, elegendo-se novamente  deputado estadual em 1947 na legenda da União Democrática Nacional (UDN).  Sucessi­vamente reeleito em 1950 e em 1954, perma­neceu na Assembléia estadual até 1959.  Nesse período, exerceu a segunda vice-presidência da casa, a primeira vice-presidência de 1952 a 1954 e a presidência em 1955, ano em que chegou a assumir interinamente o governo do estado por ocasião de licença de Antônio Balbino.

Candidato a deputado federal no pleito de outubro de 1958, obteve apenas a sétima su­plência pela Bahia na legenda da UDN, não chegando a exercer o mandato na legislatura de 1959-1963. Tornou a candidatar-se nas eleições seguintes no pleito de outubro de 1962, obten­do dessa vez a quarta suplência na legenda da Aliança Democrática Trabalhista Cristã da Bahia, coligação entre o Partido Social Demo­crático (PSD), o Partido Democrata Cristão (PDC), o Partido Trabalhista Nacional (PTN), o Partido Social Progressista (PSP) e o Partido Socialista Brasileiro (PSB). Assumiu o manda­to  no início da legislatura, em 1o de fevereiro de 1963.

Em conseqüência da extinção dos parti­dos políticos pelo Ato Institucional nº. 2 (27/10/1965), e da posterior instauração do bipartidarismo, filiou-se à Aliança Renovadora Nacional (Arena), partido de sustentação ao regime militar instalado no país em abril de 1964. Por esta legenda concorreu à reeleição no pleito de novembro de 1966, obtendo a terceira suplência mas sendo recon­duzido à Câmara novamente no início da le­gislatura, em fevereiro de 1967.

No pleito de novembro de 1970, elegeu-se suplente do senador Heitor Dias Pereira, da Arena baiana.  Deixou a Câmara em janeiro de 1971, não chegando a ser convocado para o Senado.

Faleceu em Salvador no dia 16 de junho de 1981.

         Era casado com Elza Correia Dantas e no segundo matrimônio com Leonor Soares Bahia Dantas, com quem teve dois filhos. Seu sobrinho, João Carlos Tourinho Dantas, foi deputado federal pela Bahia de 1963 a 1975, e seu sobrinho-neto Sérgio Tourinho Dantas foi deputado federal, também pela Bahia, entre 1992 e 1995.

Publicou, além de discursos, Das mastites agudas (tese, 1918) e Profilaxia da sífilis e Moléstias venéreas do Exército (1922).

 

FONTES:               CÂM.  DEP.  Deputados brasileiros. Repertório (1946-1967, 1963-1967 e 1967-1971); INF. João Carlos Tourinho Dantas; TRIB. SUP.  ELEIT.  Da­dos (1, 2, 3, 4, 6, 8 e 9).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados