CLAUDIO MOREIRA FILOMENO GOMES

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: FILOMENO, Cláudio
Nome Completo: CLAUDIO MOREIRA FILOMENO GOMES

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
FILOMENO, CLÁUDIO

FILOMENO, Cláudio

*dep. fed. CE 1979-1987.

Cláudio Moreira Filomeno Gomes nasceu em Fortaleza no dia 27 de dezembro de 1943, filho de José Maria Filomeno Gomes e de Susana Moreira Filomeno Gomes. Seu irmão, Sérgio Filomeno, foi deputado federal na legislatura 1983-1987.

Industrial, iniciou sua carreira política ao disputar uma vaga na Câmara dos Deputados nas eleições de novembro de 1978, pelo Ceará, na legenda da Aliança Renovadora Nacional (Arena) — partido que apoiava o regime militar instaurado no Brasil em abril de 1964, e que fora criado pelo Ato Institucional nº 2 (27/10/1965), que extinguira os partidos políticos e instaurara o bipartidarismo. Apesar de nunca haver disputado cargos eletivos, saiu-se vitorioso e tomou posse em fevereiro de 1979. Em novembro do mesmo ano, com o fim do bipartidarismo e a conseqüente reorganização partidária, ingressou no Partido Democrático Social (PDS), agremiação sucessora da Arena. Entre 1979 e 1982, foi membro da Comissão de Fiscalização Financeira e Tomada de Contas e suplente da Comissão de Relações Exteriores.

Na legenda do PDS, foi candidato à reeleição no pleito de novembro de 1982. Conseguindo reeleger-se para mais um mandato de deputado federal, tomou posse em fevereiro de 1983. Nesse mesmo ano, foi membro da Comissão de Defesa do Consumidor. Esteve ausente da sessão da Câmara de 25 de abril de 1984, quando foi votada a emenda Dante de Oliveira, que instituía eleições diretas para a presidência da República já em novembro daquele ano. A emenda não obteve o número de votos necessários para que fosse encaminhada ao Senado. No Colégio Eleitoral, reunido em 15 de janeiro de 1985 em conseqüência da não aprovação da emenda Dante de Oliveira, votou em Paulo Maluf, candidato pedessista derrotado por Tancredo Neves, da Aliança Democrática, para a presidência da República. Tancredo, todavia, não chegou a tomar posse em virtude de problemas de saúde, vindo a falecer em abril seguinte. Com a sua morte, José Sarney, vice-presidente em exercício desde meados de março, foi efetivado na presidência.

Cláudio Filomeno encerrou seu segundo mandato de deputado federal em fevereiro de 1987, sem ter concorrido à reeleição no pleito de novembro do ano anterior. Não voltou a disputar o mandato de deputado federal nos pleitos de 1990 e 1994 e nenhum cargo eletivo em 1998.

Casou-se com Vitória Régia de Aguiar Filomeno Gomes, com quem teve cinco filhos.

FONTE: CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1983-1987).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados