Elaine Carvalho Costa

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: COSTA, Elaine
Nome Completo: Elaine Carvalho Costa

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
COSTA, Elaine

COSTA, Elaine

*dep. fed. RJ 2003-2007


 

Elaine Carvalho Costa ou Elani Carvalho Costa e Elani Costa Teófilo nasceu em Niterói (RJ) no dia 12 de maio de 1959, filha de Artur Ferreira da Costa e de Vanice Carvalho da Costa.

Professora e funcionária pública, estudou economia na Faculdade do Centro Educacional de Niterói (Facen), mas não concluiu o curso. Foi chefe de gabinete na Câmara Municipal de São Gonçalo, de 1989 a 1994, e na Assembleia Legislativa do Estado de Rio de Janeiro, de 1996 a 2000, e da prefeitura de São Gonçalo, em 2001 e 2002, na gestão de seu marido Henry Charles Armond Calvert, o doutor Charles (2001-2004).

Em 2002, elegeu-se deputada federal pelo Rio de Janeiro na legenda do Partido Democrático Trabalhista (PDT). Assumiu o mandato em fevereiro de 2003, desligou-se do PDT e ingressou sucessivamente no Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), no Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e no Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), ao qual se manteve filiada até o fim da legislatura. Foi primeira-secretária do PMDB e membro da comissão executiva do partido em São Gonçalo, e foi também vice-líder do PTB na Câmara de 2005 a 2006. Foi ainda membro titular da Comissão Representativa do Congresso Nacional e da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização. Participou também da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle e de várias comissões especiais e externas.

Em 2006 foi citada pelos empresários Luiz Antônio Vedoin e Darci Vedoin, ambos da Planam, e por Ronildo Medeiros – que por sua vez eram acusados de chefiar a chamada “máfia das sanguessugas”, organização criminosa que vendia ambulâncias e equipamentos hospitalares a prefeituras municipais a preços superfaturados – de ser um dos parlamentares que fizera um acordo para receber 10% do valor de cada emenda ao Orçamento de sua autoria que viesse a ser executada por prefeituras ou entidades não governamentais em benefício do esquema. Seu assessor Marco Antônio Lopes, ex-funcionário da Planam, foi preso pela Polícia Federal.

Em 2007 candidatou-se à reeleição para a Câmara dos Deputados, mas não teve êxito. Tomou posse como secretária de Turismo da prefeitura de Tanguá (RJ) no dia 6 de maio de 2008, nomeada pelo prefeito Carlos Pereira, do Partido Progressista (PP). Tanguá foi um dos municípios beneficiados com suas emendas para a compra de ambulâncias.

Em 2012, assumiu a presidência municipal do partido em Niterói.

Casou-se com Henry Charles Armond Calvert.

 

Nina Paiva Almeida

 

 

FONTES: Portal Câmara dos Deputados. Disponível em: <http://www2.camara.leg.br/>. Acesso em 19/10/2009; Portal Contas Abertas. Disponível em: <http://contasabertas.uol.com.br>. Acesso em 10/10/2009; Portal Direito2. Disponível em: <http://www.direito2.com.br>. Acesso em 19/10/2009; Portal do Partido Trabalhista Brasileiro. Disponível em: <http://www.ptb.org.br/>. Acesso em 09/07/2013; Portal da Prefeitura de Tanguá. Disponível em: <http://tangua.rj.gov.br/site/>. Acesso 19/10/2009; Portal do Senado Federal. Disponível em: <http://www.senado.gov.br>; Portal do Supremo Tribunal Federal. Disponível em: <http://www.stf.jus.br/portal/principal/principal.asp>. Acesso em 09/07/2013.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados