CRISANTO MOREIRA DA ROCHA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: ROCHA, Moreira da
Nome Completo: CRISANTO MOREIRA DA ROCHA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
ROCHA, MOREIRA DA

ROCHA, Moreira da

*const. 1946; dep. fed. CE 1946-1951, 1952-1963 e 1964-1967.

 

Crisanto Moreira da Rocha nasceu em Fortaleza no dia 22 de julho de 1905, filho de Manoel Moreira da Rocha, e de Amália Serpa Moreira da Rocha. Seu pai era médico, fundador do Partido Democrático no Ceará, deputado federal entre 1912-1923 e 1927-1930. Seu irmão, Péricles Moreira da Rocha foi deputado estadual. Seu outro irmão, Acrísio Moreira da Rocha, interventor do Ceará, entre 21/1 e 16/21/1946, e prefeito nomeado de Fortaleza.

Estudou no Colégio Salesiano Santa Rosa, em Niterói, então capital do estado do Rio de Janeiro, na Moderna Associação Brasileira de Ensino, no Rio de Janeiro, então Distrito Federal, e no Liceu do Ceará, em sua cidade natal. Ingressou a seguir na Faculdade de Medicina da Universidade do Rio de Janeiro, tornando-se, em 1930, presidente do Centro Acadêmico Júlio Prestes. Bacharelou-se em 1929, especializando-se em oftalmologia.

Médico do Instituto Benjamim Constant, membro do quadro clínico do Ministério da Educação e Saúde e diretor da Policlínica de Copacabana, trabalhou também como químico no Serviço de Fiscalização do Leite, em Fortaleza e no Rio de Janeiro.

No pleito de dezembro de 1945, elegeu-se deputado à Assembléia Nacional Constituinte pelo Ceará na legenda do Partido Social Democrático (PSD). Assumindo sua cadeira em fevereiro de 1946, participou dos trabalhos constituintes e, com a promulgação da nova Carta (18/9/1946), passou a exercer o mandato ordinário, tornando-se membro da Comissão Permanente de Saúde Pública da Câmara dos Deputados. Em outubro de 1950, candidatou-se a deputado federal pelo Ceará, ainda na legenda do PSD, obtendo uma suplência. Deixando a Câmara em janeiro de 1951, retornou para ocupar uma cadeira como suplente de maio a dezembro do mesmo ano, de maio de 1952 a março de 1953 e novamente a partir de abril deste último ano. Em outubro de 1954, mais uma vez candidato, conseguiu eleger-se deputado federal por seu estado, dessa vez na legenda das Oposições Coligadas, que reunia a União Democrática Nacional (UDN), o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e o Partido Republicano (PR).

Reeleito no pleito de outubro de 1958, pela legenda da Coligação Democrática, formada pela UDN, o PR, o Partido Social Progressista (PSP), o Partido de Representação Popular (PRP) e o Partido Trabalhista Nacional (PTN), integrou, durante esta legislatura, a Comissão de Relações Exteriores. Novamente candidato em outubro de 1962 pela legenda do PTB, obteve outra vez uma suplência, deixando a Câmara em janeiro do ano seguinte. Voltou a ocupar uma cadeira como suplente de abril a maio de 1963 e a partir de março de 1964. Após o movimento político-militar de 31 desse mês, com a extinção dos partidos políticos existentes pelo Ato Institucional nº 2 (27/10/1965) e a posterior instauração do bipartidarismo, filiou-se ao partido de oposição, o Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Nas eleições de outubro de 1966, concorreu a uma vaga no Senado Federal pela legenda do MDB, mas não conseguiu se eleger. Em janeiro de 1967 deixou definitivamente a Câmara dos Deputados.

Foi ainda membro da Sociedade Brasileira de Oftalmologia, conselheiro da Casa do Estudante do Brasil e presidente do Centro Cearense no Rio de Janeiro. Dirigiu o jornal Folha do Povo, de Fortaleza, e publicou diversos artigos sobre medicina e política.

Faleceu em Brasília em abril de 1975.

Era casado com Neli Moreira da Rocha, com quem teve uma filha.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Relação dos dep.; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1946-1967); CISNEIROS, A. Parlamentares; Diário do Congresso Nacional; GIRÃO, R. Ceará; HIRSCHOWICZ, E. Contemporâneos; INF. Zimar Gadelha Lins Cavalcanti; MACEDO, N. Aspectos; SILVA, G. Constituinte; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (1, 2, 3, 4 e 6).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados