DANTAS, RAUL DE SAN TIAGO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: DANTAS, Raul de San Tiago
Nome Completo: DANTAS, RAUL DE SAN TIAGO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
DANTAS, Raul de San Tiago

DANTAS, Raul de San Tiago

* militar; comte-em-ch.  Esquadra 1949­-1951; ch.  EMA 1951-1953.

 

Raul de San Tiago Dantas nasceu no Para­ná no dia 25 de dezembro de 1887, filho do major Francisco Clementino de San Tiago Dantas e de Justa Azambuja de San Tiago Dantas.

Ingressou na Marinha em abril de 1905, matriculando-se na Escola Naval. Promovido a segundo-tenente em janeiro de 1909 e a pri­meiro-tenente em março de 1914, participou de operações navais durante a Primeira Guer­ra Mundial a bordo do encouraçado norte-­americano South Caroline.

Em outubro de 1921 foi promovido a ca­pitão-tenente, tornando-se capitão-de-corveta em julho de 1932 e capitão-de-fragata em ja­neiro de 1937.  Promovido a capitão-de-mar-e-­guerra em dezembro de 1942, participou de operações de patrulhamento durante a Segun­da Guerra Mundial como comandante do en­couraçado Minas Gerais.  Alcançou o posto de contra-almirante em novembro de 1945 e, no mês seguinte, foi nomeado comandante do II Distrito Naval, sediado em Salvador, exercen­do a função até outubro de 1946.

Promovido a vice-almirante em dezembro do ano seguinte, foi designado em 1948 mem­bro do Conselho do Almirantado, do qual foi presidente.  Em março de 1949 substituiu o vi­ce-almirante Flávio de Medeiros como coman­dante-em-chefe da Esquadra, respondendo por essa função até janeiro de 1950, quando passou o cargo ao vice-almirante Otávio de Medeiros.  Presidiu a Comissão de Marinha Mercante até o mês de novembro, reassumin­do então o comando-em-chefe da Esquadra.  Transferiu o cargo em janeiro de 1951 ao almirante-de-esquadra Átila Aché.

Em novembro desse ano foi promovido a almirante-de-esquadra, sendo nomeado para substituir o vice-almirante Flávio de Medeiros no posto de chefe do Estado-Maior da Arma­da (EMA). Ocupou o cargo até janeiro de 1953, quando foi substituído pelo almirante-­de-esquadra Átila Aché.  Em dezembro desse ano passou para a reserva remunerada no pos­to de almirante de cinco estrelas.

Chefiou a delegação brasileira à Junta In­teramericana de Defesa, em Washington, ten­do exercido ainda as funções de diretor do Lóide Brasileiro e da Navegação Mineira no Rio São Francisco.

Faleceu no dia 19 de outubro de 1957.

Era casado com Violeta de Melo de San Tiago Dantas.  Seu filho Francisco Clementi­no de San Tiago Dantas exerceu diversas fun­ções na vida pública brasileira, dentre as quais as de ministro das Relações Exteriores, de 1961 a 1962, e da Fazenda, em 1963.

 

FONTES:  ANDREA, J. Marinha; CONSULT.  MAGALHÃES, B.; CORRESP.  SERV. DOC.  GER.  MAR.; Histórico; MIN.  MAR.  Almana­que (1953).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados