DAVID WATHEN STATHER HUNT

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: HUNT, David
Nome Completo: DAVID WATHEN STATHER HUNT

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
HUNT, DAVID

HUNT, David

*diplomata inglês; emb. Inglaterra no Brasil 1969-1973.

 

David Wathen Stather Hunt nasceu na Inglaterra no dia 25 de setembro de 1913.

Fez seus estudos no St. Lawrence College e no Ramsgate and Wadham College, na Universidade de Oxford. Especialista em arqueologia grega, em 1937 elegeu-se fellow do Magdalen College, também em Oxford, mas teve sua carreira acadêmica interrompida em virtude da irrupção da guerra, em fins de 1939. De 1940 a 1947, serviu nas forças armadas britânicas no Oriente Médio, nos Bálcãs, no Norte da África, na Sicília e na Itália.

Desligando-se do Exército, ingressou em 1947 no Departamento das Relações com a Commonwealth, comunidade das nações pertencentes ao antigo Império Colonial Britânico. Serviu em seguida em Pretória, na África do Sul, de 1948 a 1950. Ainda em 1950, foi nomeado secretário particular do primeiro-ministro Clement Attlee e, em 1951, de sir Winston Churchill.

De 1954 a 1956 ocupou o cargo de vice-alto comissário britânico em Lahore, no Paquistão. Logo depois, no período de 1956 a 1959, passou a exercer a função de chefe do Departamento da Ásia Central, no Departamento das Relações com a Commonwealth, sendo nomeado em seguida subsecretário assistente de Estado. Foi assessor especial de assuntos africanos do primeiro-ministro Harold Mcmillan, a quem acompanhou à África do Sul em 1960.

Exerceu ainda as funções de vice-alto comissário em Lagos, na Nigéria, de 1960 a 1962, de alto comissário, em Kampala, Uganda, de outubro de 1962 a 1965, e em Nicósia, Chipre, de abril de 1965 a 1967. Em seguida foi novamente nomeado para Lagos, dessa vez como alto comissário, permanecendo no posto de 1967 a 1969.

Nomeado embaixador do Reino Unido no Brasil, assumiu a função em novembro de 1969, permanecendo no posto até 1973, quando foi substituído por sir John Russell.

Foi sagrado cavaleiro, passando a fazer uso do título de sir.

Faleceu em Lindfiled, Inglaterra, no dia 30 de julho de 1998.

Teve dois filhos. Casou-se pela segunda vez com Iro Miriantusis.

Além de numerosos artigos sobre arqueologia, publicou dois volumes autobiográficos, o primeiro intitulado A don at war, relatando suas experiências durante a guerra. Essa obra foi traduzida para o português com o título Um professor na guerra (1973). Seu segundo livro, On the spot — an ambassador remembers (1975), versa sobre sua carreira diplomática, contendo um capítulo dedicado ao Brasil no qual é ressaltado o clima de tensão em que viveram os diplomatas estrangeiros no período dos seqüestros de embaixadores promovidos pela guerrilha urbana.

 

FONTES: CORRESP. EMB. INGLATERRA; Globo (1/8/98); International who’s who (1969 e 1970); Jornal do Brasil (1/7 e 4/8/75); MIN. REL. EXT. Lista diplomática (1972).

 

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados